Após ameaça de ataques do PCC, forças policiais reforçam segurança na fronteira

| 15/07/2022
- 10:42
Após ameaça de ataques do PCC, forças policiais reforçam segurança na fronteira
Até o exercito do Paraguai foi para as ruas de Pedro Juan Caballero (Foto: FTC/Divulgação)

Forças policiais reforçam nas ruas de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. A medida foi adotada após ameaça de um possível ataque a uma autoridade que seria orquestrado por um membro do PCC (Primeiro Comando da Capital).

A Polícia Nacional do Paraguai enviou um aviso a Direção de Polícia de Amambay sobre um fugitivo brasileiro, que estaria em território paraguaio para atentar contra a vida de um desafeto. Ele estaria atuando em conjunto com um comparsa e um grupo de 40 pessoas fortemente armadas.

O diretor da Polícia Nacional de Amambay, Rubén Paredes, disse à Rádio Monumental 1080 AM que recebeu as informações do comando Bipartite com o Brasil. “Embora a noite tenha sido tranquila em Pedro Juan Caballero, a segurança foi redobrada, uma vez que há um número de políciais maior do que o normal”, disse Paredes.

Ainda segundo o comissário, o grupo seria comandado por um homem com o conhecido como ‘Dogão’, de nacionalidade brasileira, que é integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital). Ele é foragido da no Brasil, e estaria arquitetando o ataque em cumplicidade com um comparsa, conforme adiantou o Midiamax na noite desta quinta-feira (14).

Veja também

Ex-vereador teve carro arremessado para fora da pista

Últimas notícias