O aluno que deixou um aviso de massacre na parede do banheiro masculino de uma escola estadual, em , pode ser suspenso, segundo informações passadas pela SED (Secretaria de Estado de Educação). O aviso era para esta quarta-feira (11).

Segundo o diretor da escola, todas as informações foram repassadas para a secretaria de educação que já tomou as providências. Policiais militares fazem a segurança dentro da unidade escolar, mas nenhum aluno foi revistado. 

Uma viatura da Ronda Escolar faz o policiamento na parte externa da escola. O aviso deixou os pais preocupados e alguns já cogitaram pedir a transferência dos filhos da escola. Ainda segundo uma das mães, muitas brigas acontecem na unidade escolar.

A secretaria de educação disse ao Jornal Midiamax que sanções podem ser aplicadas e que neste caso é uma sanção gravíssima que seria penalizada com suspensão, mas ainda será analisado se o aluno seria reincidente, sendo que nesse caso outra sanção poderia ser aplicada.

Ainda segundo a SED, todos os protocolos de segurança foram adotados para a tranquilidade dos alunos.

Aviso deixado na escola

Outro caso

No dia 6 deste mês, um aluno de uma escola estadual no Bairro Recanto dos Rouxinóis foi levado para a após relatar a colegas que estava com um simulacro de na mochila. A avó do garoto, responsável por ele, foi chamada na escola e, segundo os militares, o ocorrido foi registrado em ata e também foi pedida a transferência do aluno.

O teria alegado que estaria guardando o simulacro a pedido de um amigo, para que a mãe dele não visse. Ele foi encaminhado para a Deaiji (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude). Segundo os policiais, também devem ser feitas buscas na casa do aluno, para verificar a possível existência de outros objetos.