Um agricultor rural, de 57 anos, foi autuado, no sábado (18), por exploração e transporte ilegal de madeira, durante fiscalização nas estradas vicinais próximas aos assentamentos rurais Tamarineiro, Taquaral e Paiozinho, em Corumbá, a 417 quilômetros de Campo Grande, feita pela PMA (Polícia Militar Ambientak).

O infrator levava o material em uma Ford Pampa, sem documentação ambiental para o transporte. Cerca de 200 pequenas toras de lenha, da espécie angico, estavam no veículo. O agricultor informou que havia retirado a madeira do assentamento Paiolzinho e não havia o DOF (Documento de Origem Florestal), autorização para o transporte e armazenamento, comércio e industrialização de qualquer produto florestal.

O condutor foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 300. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá receber pena de detenção seis meses a um ano. Foram apreendidos o veículo e a lenha.

Segundo a polícia, durante a operação Corpus Christi foram abordados 11 veículos e 42 pessoas.