Polícia

Preso em MS terceiro envolvido em roubo de aviões comandado por membro do PCC

Aeronaves pertencem ao cantor Almir Sater e políticos do Estado

Renata Portela Publicado em 08/09/2021, às 14h54

Hangar de onde foram roubados os aviões
Hangar de onde foram roubados os aviões - (Foto: O Pantaneiro)

Na manhã desta quarta-feira (8), terceiro envolvido no roubo de três aviões no aeroclube de Aquidauana, cidade a 139 quilômetros de Campo Grande, foi preso. Dois comparsas, Roger Breno Wirmond dos Santos, de 22 anos, e Cristopher Cristaldo Rocha, 20 anos, foram presos ainda na noite de segunda-feira (6). Os aviões, que ainda não foram localizados, pertencem ao cantor Almir Sater e a outros dois políticos do Estado. 

A prisão do terceiro envolvido ocorreu em ação conjunta entre equipes da Polícia Civil de Aquidauana e Anastácio. O terceiro envolvido foi identificado como Ivanildo da Silva Dias. 

Segundo a polícia, ao menos 18 criminosos participaram do roubo das aeronaves, que aconteceu na madrugada de segunda-feira. Uma segunda informação é de que o grupo seria formado por 10 bandidos.

Líder da organização criminosa

Laudelino Ferreira Vieira, o Lino, de 42 anos, que fugiu do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande em junho deste ano, é apontado como mentor do assalto. A informação é de que Lino dava ordens para o restante da quadrilha por videochamadas, de um lugar ainda desconhecido.

Atualmente foragido, ele cumpria pena de 80 anos na Máxima, quando desapareceu de forma misteriosa em junho deste ano. Com extensa ficha criminal, Lino foi preso em julho de 2010, na BR-262, em Terenos. Na época, ele era acusado de liderar uma quadrilha responsável pelo roubo de carros em Corumbá e de ser chefe do bando que roubou três aeronaves de uma empresa de táxi aéreo, em 2004.

Na ocasião, foi assassinado o piloto e empresário corumbaense Luiz Fernandes de Carvalho. A quadrilha liderada por Lino teria roubado 36 veículos num período de 18 meses, entre 2005 e 2006, apenas no lado brasileiro da fronteira de Corumbá com a Bolívia. No mesmo período, o bando foi apontado como responsável por 31 roubos de veículos em Arroyo Concépcion, Puerto Quijarro e Puerto Suárez.

Lino ainda foi acusado de envolvimento no assassinato do cabo da Polícia Militar de Corumbá, Rudy Mendonça, 43, ocorrido em 19 de janeiro de 2006, na Estrada do Jacadigo.

Roubo das aeronaves

Os criminosos invadiram o aeroclube por volta das 3 horas da madrugada de segunda e renderam o vigia e seus dois filhos. As vítimas foram amarradas com lacres próximo à grade do tanque de combustível, enquanto as aeronaves eram abastecidas. Os três aviões levados pertencem ao cantor Almir Sater, ao pecuarista Zelito Ribeiro, irmão do prefeito de Aquidauana, Odilon Ribeiro, e à família do ex-prefeito José Henrique Trindade.

Os criminosos estavam encapuzados, fortemente armados e com luvas. Segundo a polícia, no grupo foram identificados brasileiros e bolivianos. De acordo com a polícia, após a identificação do líder da organização, também foi apontado que moradores em Anastácio participaram do crime, dando apoio em uma casa.

A residência era usada como base para os bandidos. Também foi confirmado que as aeronaves foram levadas para o exterior, possivelmente para a Bolívia, onde devem ser utilizadas para o tráfico de drogas. Doze horas após o roubo, Roger e Cristopher foram presos, sendo que o segundo apontou Lino como o mandante do crime.

Foi feito pedido de prisão preventiva dos acusados, que negaram o crime, mas confessaram participação na logística do roubo das aeronaves. (Alterada para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax