Polícia

Em média, Campo Grande tem mais de um furto por hora em 2021

Abril foi o mês com mais registros até o momento neste ano

Fábio Oruê Publicado em 18/09/2021, às 12h05

Bandido foi flagrado furtando loja de roupas na Capital
Bandido foi flagrado furtando loja de roupas na Capital - Foto: Reprodução

Campo Grande tem média de mais de um furto registrado por hora, até este sábado (18), conforme dados da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). Abril foi o mês com mais registros até o momento em 2021. 

De acordo com os dados, são 10.101 registros de furto na Capital até o momento, acarretando em uma média de 1,5 crimes do tipo por hora. Quase a metade dos registros aconteceram em Campo Grande, já que o interior de Mato Grosso do Sul soma 12.003 casos. 

Conforme o Código Penal brasileiro, furto é a subtração de um patrimônio de outra pessoa, sem qualquer violência. O documento prevê para o furto pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa.

A lei ainda prevê aumento de pena para quem cometa o crime durante a noite, e para os casos de furto de pequeno valor, permite diminuição ou até perdão de pena, aplicando-se apenas a pena de multa, é o chamado furto privilegiado.

Neste ano, abril foi o que mais teve registros de furto na Capital, somando 1.302, seguindo por fevereiro (1.226) e em terceiro estão maio e agosto (1.219). Os outros meses registraram: janeiro (1.148); março (1.202); junho (1.051); julho (1.132); e setembro com 608 até então. 

Limpa em loja

Um caso recente em Campo Grande, um bandido fez um limpa em uma loja em alguns minutos, na madrugada de segunda-feira (13). De acordo com o proprietário, o criminoso utilizou um saco plástico para levar roupas, acessórios, bonés, perfumes e outros produtos vendidos no comércio. Imagens de câmeras de segurança mostram a ação do criminoso, que foi ao local duas vezes.

Jornal Midiamax