Polícia

Avó procura delegacia após menina de 9 anos ser estuprada por padrasto e mãe não acreditar

A outra irmã da vítima também foi estuprada pelo homem de 27 anos

Thatiana Melo Publicado em 18/10/2021, às 09h13

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

A avó de uma menina de 9 anos procurou a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), nesse domingo (17), depois da neta contar que era estuprada pelo padrasto de 27 anos. A mãe da menina não acreditou na filha.

Na delegacia, a mulher disse que foi até o local após a criança contar para a mãe que havia sido estuprada pelo padrasto, mas ela não acreditou na menina. A mulher teria dito que a criança estava mentindo, mesmo com outra filha dizendo que também era estuprada pelo mesmo homem. 

A avó das crianças conversou com a filha sobre os abusos cometidos pelo genro, mas a mulher novamente disse que as crianças estavam mentindo. A menina de 9 anos contou que um dos abusos ocorreu em maio deste ano.

Após saber das revelações das enteadas, o homem mandou uma mensagem pelo WhatsApp, no celular da criança, a chamando de ‘vagabunda’ e dizendo que queria que a avó e a tias das vítimas morressem. O caso será investigado pela Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente). 

Jornal Midiamax