Polícia

‘Arrastão’ da PM flagra estrangeiros ilegais entre população de rua no centro

Após vários registros de furtos em lojas da região Central de Campo Grande, o primeiro Batalhão da Polícia Militar vem realizando operações para coibir esse tipo de crime. Nesse sábado (28), houve mais um policiamento preventivo, onde 147 pessoas foram abordadas dentre elas, quatro estrangeiros que não possuíam documentos foram encaminhados à Polícia Federal. A […]

Mariana Rodrigues Publicado em 29/04/2018, às 15h21 - Atualizado em 30/04/2018, às 11h29

None
'Arrastão' da PM flagra estrangeiros ilegais entre população de rua no centro
Foto: Divulgação/PM

Após vários registros de furtos em lojas da região Central de Campo Grande, o primeiro Batalhão da Polícia Militar vem realizando operações para coibir esse tipo de crime. Nesse sábado (28), houve mais um policiamento preventivo, onde 147 pessoas foram abordadas dentre elas, quatro estrangeiros que não possuíam documentos foram encaminhados à Polícia Federal.

A mais recente operação foi realizada nesse sábado, em bares, restaurantes, conveniências, região da Orla Morena e locais com grande aglomeração de pessoas. No total os documentos de 35 carros e 89 motocicletas foram verificados, 147 pessoas foram abordadas, dentre elas, quatro estrangeiros que não portavam documentos e, foram encaminhas à Polícia Federal do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

De acordo com o comandante do primeiro Batalhão, tenente-coronel Claudemir Domingos, o objetivo é dar maior tranquilidade para a população e lojistas. “Realizamos o policiamento preventivo em toda área Central. Foram feitas diversas abordagens para checagem de pessoas e veículos de forma a propiciar maior sensação de segurança a população”.

Na última sexta-feira (27), foram mais de 300 pessoas abordadas nas ruas do Centro pela a operação denominada Andeja, que contou com mais de 40 servidores. Dois estabelecimentos comerciais que não estavam conforme a lei determinam foram fechados, veículos recuperados, além de flagrante de tráfico de drogas na Orla Morena.

Furto x Vandalismo

Há duas semanas, uma loja de uniformes havia sido depredada, conforme noticiou o Midiamax. O estabelecimento, localizado na Rui Barbosa, entre a Avenida Afonso Pena e a XV de Novembro, teve a porta blindex depredada e suspeitos teriam levado algumas peças de roupas. Outras lojas aos redores também foram alvos de ladrões, algumas inclusive, colocaram grades nas portas para evitar os furtos.

Outras lojas localizadas aos redores, são alvos constantes de ladrões. Os comerciantes acreditam que os suspeitos de cometerem esses delitos sejam usuários de drogas que ficam por ali durante a semana.

Uma das lojas que também foi alvo desses suspeitos, uma ótica localizada ao lado da loja de uniformes, foi alvo de vândalos que quebraram a vidraçaria do estabelecimento e não levaram nada. Donos do local desistiram do empreendimento.

Já neste final de semana, após dois dias seguidos de operações na região, até o fechamento desta matéria nenhum registro de furto a lojas havia sido registrado.

Jornal Midiamax