Família procura cuidadora que agrediu idosa e furtou joias em Campo Grande

Suspeita servia pão com café, no almoço
| 16/04/2017
- 21:32
Família procura cuidadora que agrediu idosa e furtou joias em Campo Grande

Suspeita servia pão com café, no almoço

Uma mulher de 43 anos procurou a Polícia Civil depois que a sua mãe, uma idosa de 76 anos, passou a ser agredida por uma cuidadora de 41 anos, na Vila Gomes, em Campo Grande. Além das agressões, a suspeita estaria furtando pertences e joias da residência.

De acordo com o boletim de ocorrência, a cuidadora foi contratada em outubro de 2016, para cuidar da idosa que é cadeirante. Há 15 dias, a filha da vítima percebeu que as compras mensais, para uma mulher e uma idosa, acabavam rápido demais.

Ainda de acordo com o registro policial, a filha relatou que no último dia 15 de abril, quando foi dar banho na mãe percebeu hematomas pelo corpo da idosa e assaduras na região glútea.

A filha questionou a idosa que relatou agressões durante o banho, quedas ao chão, quando era forçada a se levantar, falta de alimentação no almoço, onde só era servido pão com café.

A idosa relatou à filha que sofria ameaças para não contar o que ocorria. Além das agressões, a cuidadora furtava alimentos, roupas, joias, tanto da idosa quanto da filha.

Em meio aos pertences da suspeita, a filha da vítima encontrou uma mala contendo objetos de toda a família, que decidiu barrar a entrada da suspeita no prédio.

A familiar não soube informar o endereço da cuidadora, pois a suspeita nunca disse onde morava.

O caso foi registrado como e maus tratos.

Veja também

Últimas notícias