Em viatura descaracterizada, agentes chegam ao Presídio Feminino com mulher detida

Na Operação Desdita
| 18/04/2017
- 17:40
Em viatura descaracterizada, agentes chegam ao Presídio Feminino com mulher detida

Na

Aproximadamente duas horas após a entrada de policiais do Batalhão de Choque e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) no Presídio Feminino, em Campo Grande, outra equipe chegou ao local com uma mulher detida. As ações fazem parte da Operação Desdita, deflagrada nesta terça-feira (18), de combate ao narcotráfico.

Equipe do Gaeco chegou ao presídio em uma viatura descaracterizada, com uma mulher algemada, e entrou no Estabelecimento Penal Irmã Irma Zorzi. No presídio, aproximadamente 20 homens do Batalhão de Choque, com auxílio de cães, dão apoio aos agentes do Gaeco que cumprem mandados no local.

Em Naviraí o Batalhão de Choque também já cumpriu mandados. Pessoas que estariam foragidas foram detidas e porções de drogas apreendidas, mas ainda não há detalhes sobre as prisões. Já em Dourados, uma mulher detida na 1ª Delegacia do município teria sido alvo da operação.

A princípio, foi apurado pelo Midiamax que a operação tem como objetivo combater um esquema de narcotráfico no Estado, que seria comandado por membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) que estão presos. As equipes estariam principalmente em presídios e delegacias de Campo Grande, Dourados, Naviraí, Brasilândia e Ponta Porã. 

Veja também

As mercadorias e o veículo foram apreendidos e encaminhados a Receita Federal

Últimas notícias