Eventos climáticos extremos custaram US$ 145 bi no último ano nos EUA, diz Biden

O presidente disse ser necessário diminuir custos com cuidado infantil
| 21/01/2022
- 21:53
Eventos climáticos extremos custaram US$ 145 bi no último ano nos EUA, diz Biden
Reprodução

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta sexta-feira, 21, que climáticos extremos custaram US$ 145 bilhões no último ano no país. Em discurso no 90º Encontro de Inverno da Conferência de Prefeitos dos EUA, o democrata destacou as questões climáticas, e lembrou que, recentemente, incêndios causaram uma devastação equivalente ao tamanho do estado de Nova Jersey, reforçando necessidade de investimentos em resiliência.

Além disso, aumentar eficiência energética em edifícios, baterias para carros e foram outros pontos destacados. Biden voltou a defender seus planos no âmbito Build Back Better, que seriam capazes de reduzir a inflação a pagarem por si próprios, afirmou.

"Ainda há muito trabalho para derrotar covid-19 e reduzir custos no país", comentou Biden.

O democrata indicou, por sua vez, que o momento atual é uma oportunidade para diminuir gastos das famílias, e disse que as lideranças locais são "parceiras críticas" no tema, assim como no combate à pandemia.

Biden pediu que recursos do fundo de emergência sejam usados para criar trabalhos bem pagos, e que o número de residências com condições acessíveis seja aumentada.

Além disso, o presidente disse ser necessário diminuir custos com cuidado infantil, algo que pode ajudar mais pessoas a ingressarem no mercado de trabalho, especialmente mulheres.

Veja também

O presidente do Banco Mundial, David Malpass, afirmou nesta quinta-feira, 26, que claramente haverá recessão...

Últimas notícias