A cantora Nayara Azevedo irá falar pela primeira vez em televisão aberta sobre as agressões sofridas pelo ex-companheiro. A sertaneja mostra marcas de agressões físicas e terror psicológicos que a fizeram pedir medida protetiva contra Rafael Alves Cabral.

A prévia da entrevista para o Fantástico, que vai ao ar no próximo domingo (3), releva imagens de arquivo pessoal da artista, com hematomas pelo corpo, como nos braços e pernas.

Na quinta-feira (30), a colunista Fábia Oliveira, do Metrópoles, que teve acesso ao boletim de ocorrência registrado pela famosa. O registro relata que Nayara teria sido vítima de violência doméstica e, por isso, procurou a Central de Flagrantes de Goiânia, em Goiás. No entanto, ela teria sido encaminhada para a Delegacia de Atendimento à Mulher do município.

O motivo do desentendimento, segundo o documento, foi a partilha de bens, envolvendo especialmente instrumentos utilizados pela famosa em seus .

“Embora tenham se separado, a declarante [Naiara] e Rafael continuaram sócios em equipamentos que são por ela utilizados em seus shows. Desde 2021 (quando se divorciou) ela vem tentando separar seu patrimônio do patrimônio de Rafael, porém, até a presente data não foi feita a partilha de bens”, diz o início do boletim de ocorrência.

Conforme o registro policial, “a carreta usada nos shows estava sendo preparada para amanhã ir a um show e ela soube que seu ex-cunhado, Fernando Alves Cabral, determinou que fossem retirados do veículo todo o backline, o equipamento de luz, o equipamento de led/luz, fogos de artifício e CO2 e outros equipamentos”, detalha a ocorrência.

“A declarante esclarece que todos esses equipamentos pertencem a ela e a alguns sócios, dentre eles seu e seu ex-cunhado, acima citados. Os objetos foram colocados em um galpão, que foi trancado por Fernando, impedindo-a de usá-los em seu show amanhã. Posteriormente a isso, a declarante recebeu um recado de Fernando no qual ele dizia que se quisesse usar os equipamentos, terá que locá-los, constrangendo-a, portanto, a locar instrumentos/equipamentos dos quais ela também é proprietária”, conta Naiara à polícia, em boletim obtido com exclusividade por Fábia Oliveira.

Saiba Mais