O pastor Menezes viralizou nesta semana após um vídeo seu repercutir negativamente nas redes sociais. É que durante sua pregação ele criticou as pessoas que gostam da influenciadora Virgínia Fonseca, e exaltado, bateu a mão no púlpito que ficou completamente destruído.

No vídeo em questão, o pastor debocha de quem acha Virgínia uma pessoa “massa”. “Ah, pastor, mas eu acho maior ‘massa’ a Virgínia […] Você não foi chamado para se corromper…”. Antes de completar a frase, Leonardo bate a mão no púlpito de vidro, que se quebra instantaneamente.

“Que mico”, comentou uma seguidora no . “Vamos pregar bíblia, né? Por isso nós, evangélicos, somos tão julgados”, escreveu uma segunda. “Karma instantâneo é isso aí (risos). Falar de Deus nunca foi sobre julgar ninguém”, acrescentou uma terceira. Teve outros ainda que ainda disseram: “Pecou tanto que quebrou o negócio lá”; “Vai explodir de tanto pecado”.

Após a repercussão de sua fala, o pastor, que congrega no Ministério Igreja Cruzada Cristã de Evangelização, na cidade de Araçatuba (SP), disse que sua fala foi completamente distorcida e que ele não estava falando mal de Virgínia como as pessoas deduziram.

“De maneira alguma eu, pastor Leonardo Menezes, estava falando mal da Virginia Fonseca, até porque quem sou eu para falar mal dela ou de quem quer que seja. Eu estava abordando na mensagem o assunto que todos nós, de certa forma, temos a facilidade de nos deslumbrar com pessoas ou coisas, levando muitas vezes a idolatrarmos coisas ou pessoas”, explicou.

Ele ainda explicou que chegou a mencionar outros famosos, como Cristiano Ronaldo e o ex-presidente Jair Bolsonaro. “Um trecho isolado da pregação que virou um meme, ao qual, na verdade, eu mesmo nem postei, todavia levei na esportiva e deixei. Até porque o tema da mensagem foi os sete selos, as sete trombetas e as sete taças da ira de Deus. Um tema forte e necessário a ser pregado nos dias atuais”, explicou.

No da sua mensagem, ele ainda deixou um recado para a influenciadora. “Que Deus abençoe sempre a Virginia e toda sua família”, finalizou.