Após polêmica de contratos milionários, Prefeitura de MG cancela show de Gusttavo Lima e Bruno e Marrone

‘Treta’ na internet movimentou o assunto dos cachês após alfinetada do cantor Zé Neto em Anitta
| 29/05/2022
- 10:58
Gusttavo Lima
(Foto: Reprodução/Instagram)

A Prefeitura de Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais, veio a público informar, na noite de sábado (28), o cancelamento de com a dupla Bruno e Marrone e , após a polêmica envolvendo contratos milionários para shows sertanejos com prefeituras do Brasil. O assunto rendeu após a alfinetada do cantor Zé Neto, dupla com Cristiano, em Anitta.

Pelas redes sociais, a prefeitura no interior de MG disse que os shows da 30ª Cavalgada do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, tradicional festa típica da região, foram motivo de uma tentativa de “guerra política e partidária que não tem nenhuma ligação com o município e nem tampouco com a tradicional festa, está cancelada a participação do cantor Gusttavo Lima e da dupla Bruno e Marrone no evento”.

O pronunciamento continua ressaltando que a festa tem objetivo de trazer união e religiosidade no município, logo, dispensa o desentendimento entre quem concorda ou discorda da polêmica envolvendo os sertanejos com a funkeira.

“As festividades da Cavalgada representam dentro do Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matosinhos uma renovação de fé, esperança e amor. E com essa credibilidade o município recebeu diversos artistas renomados em edições anteriores, como Zezé di Camargo e Luciano, César Menotti e Fabiano, e, Maiara e Maraisa. Portanto, para preservar essa história e tradição, a administração optou por adiar a participação de Gusttavo Lima e Bruno e Marrone, que virão em uma próxima oportunidade”.

Por fim, a prefeitura diz que a administração não permitirá o envolvimento em questões que não representam o município e nem as festividades da cavalgada que é a celebração, sobretudo, do amor entre as pessoas e não o ódio que estão tentando disseminar. “A festa também é importante para a economia do município e de toda região e será mantida, preservando a paz”.

polêmica
Polêmica surgiu após alfinetada de sertanejo em Anitta (Foto: Reprodução)

Polêmica no mundo sertanejo

O assunto feio à tona depois que o cantor Zé Neto alfinetou Anitta durante um show, em Mato Grosso, em discurso sobre a Lei Rouanet a favor do presidente Jair Bolsonaro. "Estamos aqui em um dos estados que sustentou o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas que não dependem de Lei Rounanet. Nós não precisamos fazer tatuagem no t*ba para mostrar se a gente está bem ou não", disparou fazendo referência a tatuagem íntima que a cantora fez em 2021 e divulga apenas para assinantes de um site adulto.

No Twitter, internautas comentam o assunto “CPI do Sertanejo” e ainda debochando das consequências da alfinetada. “Zé Neto mirou na Anitta e desmascarou os amigos”, disse um fã da funkeira.

Veja também

Fisiculturista famosa, vovó fitness desabafa: "não devemos aceitar esse tipo de preconceito"

Últimas notícias