Farto com a representação equivocada da cultura do tereré na novela “Terra e Paixão”, o campo-grandense Higor Alexandre usou aplicativos de edição de imagem para entrar em uma cena do folhetim e dar um sermão daqueles no ator Tony Ramos.

Morador do Nova Lima, Higor já é conhecido em por seus conteúdos de humor. Além disso, é tererézeiro raiz e defensor ferrenho da tradição sul-mato-grossense. Por isso, ao ver uma representação inconvincente em uma novela das nove, o comediante não se aguentou e precisou interferir.

Em vídeo para o , Higor Alexandre “invadiu” uma sequência em que o personagem Antônio La Selva, vivido por Tony Ramos, ficava enrolando o rolê para tomar a bebida. Além disso, La Selva perambulava pela varanda com a guampa avulsa, sem qualquer garrafa para abastecer a bebida.

E como as cenas de Tony com o tereré já têm gerado de sul-mato-grossenses pelo fato dele ficar “segurando sem tomar” e fazer outras coisinhas pouco usuais, o campo-grandense, que acompanha a trama e já estava sabendo das gafes de Tony Ramos, inventou uma maneira de tentar explicar o jeito certo e corrigir o intérprete global.

Na gravação de humor, ele chegou na varanda da fazenda e “bateu boca” com Antônio La Selva, repreendendo o mesmo por posturas inaceitáveis numa roda de tereré. Veja:

“Que agonia”: sul-mato-grossenses apoiam repreensão a Tony Ramos em cena

O vídeo divertido repercutindo o “tereré infinito” de Tony Ramos recebeu apoio dos sul-mato-grossenses. “O sul-mato-grossense assistindo a novela e vendo o Antônio querendo a ‘posse' até do tereré”, comentou Dilma Canedo. “Que agonia que dá, cara. Isso é um desrespeito com o nosso precioso verde”, observou Maziele Araújo. “Já queria falar ‘Ow, tereré não é microfone não'”, brincou Ju Bakargi.

“Até eu que sou de SP sei como toma tereré… agora já sei e fico inconformada com esse tereré ficando quente… é uma chupada só… araaaaaa…”, disparou Maira Madeira, mostrando que até quem não é de MS já está por dentro da tradição.

Tentaram gourmetizar o tereré?

Em conversa com o MidiaMAIS, Higor explica que a ideia de fazer o vídeo veio pelo incômodo provocado pelas cenas de tereré na novela “Terra e Paixão”. “Eles querem retratar a cultura do tereré na trama, mas fazerem isso fugindo da nossa cultura tradicional. Em ninguém fica 30 minutos tomando uma única cuiada de tereré, é tomou, passou”, frisa.

Ele também comenta o polêmico tereré individual adotado pelo folhetim global. “Sem falar que tentaram gourmetizar o tereré e cada um tomar na sua guampa, com nojinho da baba do colega. O tereré raiz é a comunhão, jogar conversa fora enquanto se toma o tereré, seguir a roda”, argumenta.

“Me dá agonia ver eles dando bicadinha no tereré como se fosse um chimarrão e a água tivesse quente”, finaliza o campo-grandense.

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok.