Sul-mato-grossenses que acompanharam a 1ª versão revelam o que esperam do remake de Pantanal

Remake de Pantanal estreia nesta segunda-feira (28) e moradores vão assistir à estreia em praça pública
| 27/03/2022
- 18:34
remake de pantanal
Cristiana Oliveira e Alanis Guillen: atrizes caracterizadas como Juma Marruá, a mulher que vira onça - (Fotos: Manchete/TV Globo)

"Pantanal" é uma novela que tem lugar especial no coração dos sul-mato-grossenses, afinal, não é sempre que, ou, melhor dizendo, quase nunca, um produto de dramaturgia é ambientado em Mato Grosso do Sul.

Muito viva na memória de quem acompanhou a saga da família Leôncio, a trama ganha uma nova versão que estreia nesta segunda-feira (28), na TV Globo, logo após o Jornal Nacional. O remake de Pantanal estrará sendo a maior superprodução dos últimos tempos do canal.

Para aquidauanenses, está sendo difícil conter a ansiedade, já que a cidade de Aquidauana, assim como na obra original, foi para a telenovela. Hoje com 54 anos, a comerciante Sônia Ferreira está empolgadíssima com o remake da Globo.

Sônia tinha 22 anos quando a TV Manchete transmitiu a primeira "Pantanal" e agora está feliz em poder ter acompanhado novamente a produção. "Expectativa tá a mil, todo mundo tá muito ansioso e querendo ver logo o trabalho que eles fizeram aqui", conta ela ao MidiaMAIS.

A comerciante tem apenas algumas poucas recordações de quando a primeira versão foi gravada no município, mas a novela segue intacta em sua memória. "Não é porque foi gravada aqui, mas a novela é muito boa mesmo, meu personagem preferido era o Zé Leôncio", relembra.

Agora, Sônia pôde ver tudo com mais detalhes, já que em 1990 ninguém tinha para compartilhar os bastidores em tempo real. Apesar de estar no local onde tudo aconteceu, ela não conseguiu conhecer nenhum ator. "Ah, não deu. Fiquei vendo tudo pela internet mesmo", diz ela.

"Até quem não gosta vai espiar", diz moradora

A expectativa também está alta para as irmãs Elenice e Lair, de 56 e 48 anos. "Papai e mamãe amavam essa novela, vimos na Manchete, depois no SBT e agora vamos ver na Globo", comentam. "Eles iam gostar muito de ver essa nova versão também, mas infelizmente já não estão mais aqui", lamentam as irmãs.

Peão aposentado, Nestor, de 63 anos, também está com os olhos brilhando pelo remake. Quando soube que a Globo ia regravar a história que marcou sua juventude, ele torceu o nariz, mas depois de ver as imagens no ar, mudou de opinião.

"Achei que não ia prestar, quando vi os atores falei 'não tem nada a ver isso aí', mas vendo um pouco do que já tá aparecendo, surpreendeu e parece que vai ser bom, né? Vamos ver se vai ser melhor que a primeira... acho difícil, mas quem sabe", diz ele, feliz com a oportunidade das netas terem acesso à história.

De forma geral, a novela é aguardada com fervor. Segundo os moradores, é difícil encontrar na região de Anastácio e Aquidauana quem não esteja empolgado com o folhetim. "Até quem não gosta da Globo vai dar uma espiada", pontua a artesã Neusa Silva.

Cidade assistirá remake de Pantanal em Praça

A empolgação é tanta que a Prefeitura de Aquidauana vai transmitir o primeiro capítulo, na noite desta segunda-feira (28) para toda a população.

“Venha assistir à estreia do remake da novela ‘Pantanal’, gravada na região pantaneira da nossa cidade. Prepara o tereré, o chimarrão, chama os amigos, o mozão e a família e vem para a Praça dos Estudantes se emocionar com a gente!”, diz o convite publicado nas redes sociais.

A concentração será a partir das 18 horas, embora a  estreia do folhetim esteja marcada para às 20h30, logo após o Jornal Nacional. Haverá apresentações culturais e uma praça de alimentação com comidas típicas para celebrar a estreia.

E você, está ansioso?

Veja também

Conselho de Enfermagem disse que irá apurar o caso de Klara, após denúncia

Últimas notícias