Devorado por piranhas: morte de Levi foi gravada durante quatro dias e ator ficou na água por 4 horas

Globo sofreu para gravar morte de Levi no início de maio
| 13/06/2022
- 20:58
morte de levi
Levi devorado por piranhas em Pantanal (Foto: Reprodução)

O peão Levi (Leandro Lima) encontrou seu trágico destino em Pantanal. O funcionário de José Leôncio (Marcos Palmeira) foi devorado por piranhas após tentar sequestrar a Muda (Bella Campos).

A cena da de Levi precisou de longos quatro dias para ser feita pela equipe da novela e Leandro precisou ficar 4 horas com seu 'traje de peão' completo (roupas e botas) dentro d'água.

"O mais difícil manter em cima por horas, ficar dentro da água com bota é dificuldade física que não é nada perto da dificuldade emocional", garantiu ele ao Gshow.

Conforme publicou a colunista Patrícia Kogut, no jornal O Globo, cerca de 40 profissionais, incluindo um dublê, estavam envolvidos na gravação da cena. O dublê foi utilizado no momento em que a embarcação vira.

morte levi bastidores - Devorado por piranhas: morte de Levi foi gravada durante quatro dias e ator ficou na água por 4 horas
Bastidores da gravação (Foto: Arquivo pessoal)

A morte de Levi

Desde o capítulo de sábado (11) a sequência já vem acontecendo. Levi tentou atirar em Juma (Alanis Guillen) durante discussão, mas a moça conseguiu desarmá-lo. O peão, então, tenta sequestrar Muda, que é salva por Juma.

A personagem de Guillen atira em Levo, que volta para o barco sangrando. "Ocê não é gente! Agora some daqui", diz Juma. Na fuga, o vilão encontra com Tibério (Guito) e Trindade (Gabriel Sater).

O personagem de Leandro debocha dos ex-companheiros de lida e na discussão, perde o equilíbrio, caindo no rio. Ferido, ele vira uma presa fácil para as piranhas.

Veja também

Últimas notícias