Conflitos agrários contra indígenas de MS é tema de filme premiado no Canadá

Documentário aborda a tensão entre os ocupantes tradicionais do território Guarani e a expansão do agronegócio
| 11/05/2022
- 14:47
Documentário Vento na Fronteira
Documentário 'Vento na Fronteira' (Foto: Reprodução/Facebook)

Produzido pelas diretoras Laura Faerman e Marina Weis, o documentário ‘Vento na Fronteira’ recebeu o Prêmio Especial do Júri na competição canadense do Hot Docs 2022. A cinematográfica aborda sobre os conflitos agrários que acontecem em Mato Grosso do Sul contra indígenas da etnia Guarani Kaiowá. Festival internacional foi realizado de 28 de abril a 8 de maio, quando foram anunciados os vencedores.

Na violenta fronteira entre Brasil e Paraguai, trava-se uma guerra em torno da expansão do agronegócio. De um lado está a advogada Luana Ruiz, herdeira de terras contestadas e uma das mais fortes defensoras do presidente Jair Bolsonaro. Ruiz, como outros ruralistas – elites ricas rurais e produtores do agronegócio que defendem a aniquilação cultural indígena – ganhou poder e suas ideias de ódio floresceram sob a agenda anti-indígena de Bolsonaro. Do outro lado está a professora, líder e ativista Alenir Ximendes, personificando a poderosa resistência indígena e os ideais comunitários. Tendo sofrido pessoalmente perdas nas mãos dos ruralistas, Ximendes surge como uma força poderosa contra Ruiz, lutando pela proteção de sua comunidade, suas terras e direitos constitucionais indígenas. Este filme contém imagens sensíveis e diálogos em seu retrato dessa luta urgente pela soberania”, diz a sinópse.

Sobre ‘Vento na Fronteira’

O filme foi gravado na cidade de Antônio João, região fronteiriça do Estado, a 333 quilômetros de Campo Grande. De acordo com o site Racismo Ambiental, as pesquisas iniciaram em 2014. Desde então, Laura Faerman e Marina Weis viajam pela região para estudar a tensão entre os ocupantes tradicionais do território Guarani e a expansão do agronegócio.

No documentário, é possível ver a equipe acompanhando o crescimento do poder político ruralista e suas ligações íntimas com o governo de Jair Bolsonaro. Ao mesmo tempo, retrata a intimidade da resistência feminina indígena na região, seus ideais comunitários e sua luta pelo planeta.
Confira o trailer de ‘Vento na Fronteira’ abaixo:

Hot Docs 2022

O Hot Docs Canadian International Documentary Festival é o maior festival de documentário da América do Norte. O evento acontece anualmente em Toronto, Ontário, Canadá. Dessa forma, a obra ‘Vento na Fronteira’ representou o Brasil – ao lado de outras produções – na solenidade internacional.


Fale com o MidiaMAIS!

Quer conversar com a gente sobre o universo do entretenimento e cultura? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e Tiktok. Tem uma história legal para compartilhar com a gente? Fale direto com nossos jornalistas do Midiamais.

Veja também

Fisiculturista famosa, vovó fitness desabafa: "não devemos aceitar esse tipo de preconceito"

Últimas notícias