Geral

Olarte afasta risco de surto de influenza e diz que mortes pelo vírus são isoladas

O prefeito Gilmar Olarte (PP) descartou nesta quarta-feira (11) um surto de influenza H1N1 ou H3N2 em Campo Grande e afirmou que as quatro mortes ocorridas em Mato Grosso do Sul foram casos isolados. “As mortes aconteceram por problemas isolados e as pessoas que morreram em decorrência da influenza já possuíam algum outro problema crônico. […]

Arquivo Publicado em 11/06/2014, às 13h34

None

O prefeito Gilmar Olarte (PP) descartou nesta quarta-feira (11) um surto de influenza H1N1 ou H3N2 em Campo Grande e afirmou que as quatro mortes ocorridas em Mato Grosso do Sul foram casos isolados.


“As mortes aconteceram por problemas isolados e as pessoas que morreram em decorrência da influenza já possuíam algum outro problema crônico. A solução é a vacinação que acontece há tempos. É preciso que as pessoas se conscientizem da vacinação”.


Porém, a falta de campanhas educativas pela Prefeitura é uma consequência do atraso na conclusão da licitação de publicidade, segundo Olarte. “Estamos dependendo dessa licitação para fazer campanhas. “Hoje a Prefeitura usa as ferramentas que tem como o contato direto com profissionais”, explicou.


De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, cinco pessoas morreram da doença, sendo três de Corumbá, um de Caarapó e outro de Campo Grande.


Em todo o Estado, são 258 pessoas que já foram internadas por suspeita de estarem com o vírus.

Jornal Midiamax