Racismo em pauta

Durante a sessão plenária desta terça-feira (23), o caso de racismo sofrido pelo jogador brasileiro Vinicius Júnior, na Espanha, foi assunto na Assembleia Legislativa de MS. Quem levantou a pauta foi o deputado Zeca do PT, que usou o lamentável episódio do jogador para falar de caso que chegou até seu gabinete. “Semana passada um jovem se ausentou da universidade porque durante uma partida de basquete foi chamado de macaco […]. Vamos encaminhar requerimento para a universidade para saber o que está sendo tomado de providências”, disse o petista.

Repúdio reforçado

O presidente da Casa, Gerson Claro, aproveitou para manifestar repúdio contra o racismo, em especial o caso envolvendo o atleta brasileiro. “Manifestar o nosso repúdio ao que aconteceu com o jogador Vinicius Júnior. As pessoas confundem opinião com manifestações racistas. Gostaria então de deixar registrado em nome dessa Casa o repúdio a essas manifestações”, disse o presidente da Alems.

Vereadores também

Racismo sofrido pelo atacante do Real Madrid e da seleção brasileira, Vinicius Junior, também repercutiu na Câmara de Campo Grande. Vereadores comentaram sobre o triste episódio na sessão desta terça-feira (23), e pediram um basta ao racismo.

Pede música

A filiação da prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, ao PP, marca a terceira passagem do partido pelo Paço Municipal. Alcides Bernal e Gilmar Olarte comandaram a Capital entre 2013 e 2016.

Velha amizade

Uma ex-secretária da Prefeitura Municipal de Campo Grande andou circulando pela Câmara Municipal da Capital nesta terça-feira (23). Após assistir à sessão, a ex-servidora também foi ao gabinete do presidente da Casa de Leis, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB). Interrogada, ela disse que foi conversar sobre assuntos pessoais e disse que Carlão é um velho amigo.

Regimento seletivo

A Câmara Municipal de Campo Grande obriga uso de terno para frequentar o plenário. Entretanto, certo deputado estadual não estava trajando a ‘vestimenta adequada’ durante a última sessão desta terça-feira (23) e andou livremente pelo plenário. Enquanto isso, fotógrafos foram barrados de exercerem o trabalho mesmo usando roupas parecidas com a do parlamentar.

Papai novamente

O recém-empossado vereador de Campo Grande, Claudinho Serra (PSDB), disse que vai ser papai novamente. O anúncio foi feito durante o pronunciamento de posse na sessão desta terça-feira (23), no plenário da Casa de Leis. O tucano assumiu o lugar de João Rocha (PP), que deixou o cargo para assumir a secretaria de governo na Prefeitura da Capital.

Continua em Brasília

Uma equipe da Prefeitura Municipal de Campo Grande segue com viagens a Brasília (DF) para tirar o município da Inadimplência. Vereadores da base da Prefeita Adriane Lopes (Patriota) dizem que já teve empreiteira que deixou de realizar o serviço de asfalto por não estar recebendo repasses.

Conseguiu!

Na sessão desta terça-feira (23), o juiz eleitoral conseguiu falar antes da sessão encerrar. Contudo, aproveitou para pedir a fala antes do presidente do TRE-MS anunciar o término da sessão. Se tratava de divulgação sobre o Encontro de ouvidores da Justiça Eleitoral, em que representantes de MS ganharam destaque no evento.

Terapia

Em Anaurilândia, o preço pago pela prefeitura para consultas psicológicas é de R$ 60. Profissionais são contratados para realizar 65 consultas por mês e receber R$ 3,9 mil mensais. No ano, são 780 consultas por profissional.