Geral

Enem testará lacres eletrônicos para garantir segurança

O Diário Oficial da União publica nesta quarta-feira (31) o contrato feito entre o Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teieira (Inep) com a empresa RR Donnelley Editora e Gráfica, no valor de R$ 3,7 milhões, para a aquisição de lacres eletrônicos para os malotes em que as provas do Exame Nacional do Ensino […]

Arquivo Publicado em 31/10/2012, às 17h53

None

O Diário Oficial da União publica nesta quarta-feira (31) o contrato feito entre o Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teieira (Inep) com a empresa RR Donnelley Editora e Gráfica, no valor de R$ 3,7 milhões, para a aquisição de lacres eletrônicos para os malotes em que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão transportadas. O dispositivo estará em 10 mil malotes, cerca de 2,5% do total.



O objetivo do Ministério da Educação é testar a eficácia do equipamento utilizado para coibir fraudes. Se os testes forem positivos, o lacre estará em 100 mil malotes no próximo ano.


Jornal Midiamax