Vacina contra gripe suína será levada até público alvo

Técnicos da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, em reunião na tarde desta terça-feira (2) no Hotel Jandaia, discutiram com representantes das 78 secretarias municipais de Saúde e dos nove núcleos regionais para multiplicar as informações repassadas pelo ministério sobre como serão os trabalhos de vacinação contra a gripe A, além […]
| 02/03/2010
- 23:30
Vacina contra gripe suína será levada até público alvo

Técnicos da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, em reunião na tarde desta terça-feira (2) no Hotel Jandaia, discutiram com representantes das 78 secretarias municipais de Saúde e dos nove núcleos regionais para multiplicar as informações repassadas pelo ministério sobre como serão os trabalhos de vacinação contra a gripe A, além de esclarecer dúvidas e definir as estratégias que serão utilizadas no estado.

A vacinação terá início dia 8 de março. Conforme explica a coordenadora estadual de Vigilância Epidemológica, Bernadete Gomes Lewandowski, os trabalhadores da saúde e os indígenas serão os primeiros a serem imunizados. Em seguida serão vacinados gestantes, crianças de seis meses a dois anos incompletos (23 meses), população de 20 a 29 anos, doentes crônicos e também adultos saudáveis de 30 a 39 anos. “O Brasil é o único país da América Latina que vai vacinar pessoas saudáveis”, explica Bernadete ao ressaltar que a faixa etária dos 30 aos 39 anos é a mais vulnerável a adoecer. Cada grupo terá uma data distinta para vacinação.

A reunião teve como foco o esclarecimento de dúvidas e a discussão de estratégias para a vacinação no Brasil. Ao todo o Ministério da Saúde comprou 113 milhões de doses de vacina. Bernadete disse também que aumentou a quantidade de laboratórios para diagnosticar a doença. “No ano passado não tínhamos recurso nem vacina, apenas medicamentos. Esse ano, além de aumentar o número de medicamentos, temos recurso e vacina”, informa.

O objetivo da campanha é manter os serviços de saúde funcionando e reduzir o número de casos graves e óbitos nos grupos mais vulneráveis. A expectativa é imunizar pelo menos 91 milhões de pessoas contra a gripe pandêmica, além da vacinação de 19 milhões de idosos contra a gripe comum. Uma parte das doses que estão sendo adquiridas contra a influenza pandêmica será reservada para o caso de haver alterações epidemiológicas ao longo do inverno.

Serão 36 mil pontos de vacinação em todo o país. A logística de aplicação das vacinas, incluindo locais e horários, é de responsabilidade das Secretarias Estaduais de Saúde.

Para Mato Grosso do Sul foram repassadas, nesta primeira etapa, 106 mil doses de vacinas, além de seringas, agulhas, cartazes e folderes sobre a gripe A. A expectativa é de que sejam vacinados 1,2 milhão de sul-mato-grossenses durante as cinco etapas de vacinação. Ainda está prevista para o Estado a chegada de aproximadamente 111 mil comprimidos do antiviral fosfato de Oseltamivir (conhecido como Tamiflu), essa quantidade corresponde a 11 mil tratamentos – caso seja necessário receitar para alguns pacientes.

Últimas notícias