Com um gol de Arrascaeta, o Flamengo derrotou o Red Bull Bragantino, por 1 a 0, nesta quinta-feira, no Maracanã, e entrou de vez na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. A equipe da Gávea assumiu a terceira colocação, com 60 pontos, atrás apenas do líder Palmeiras (62) e Botafogo (61). O time de Bragança Paulista permanece com 59 na quinta posição.

Empurrado pela torcida, o Flamengo começou com a iniciativa de dominar a partida, mas o Red Bull Bragantino mostrou personalidade e não se intimidou. Logo aos cinco minutos, Juninho Capixaba desviou e obrigou Rossi a fazer a primeira defesa do jogo.

O Bragantino tinha mais presença no meio de campo, setor no qual Gerson não conseguiu ajudar na marcação do Flamengo. Com isso, o Bragantino tinha maior liberdade para criar, principalmente pelo lado esquerdo. Aos 11 minutos Juninho Capixaba surgiu livre na área e quase abriu o placar. Aos 16, foi a vez de Vitinho levar perigo na finalização.

Melhor distribuído em campo, o Bragantino continuou com mais produção e teve a melhor chance aos 30 minutos. Aderlan foi lançado, passou por Léo Pereira, mas bateu mal na bola.

Os momentos finais da primeira etapa foram muito disputados, com as equipes buscando o ataque o tempo todo. Matheuzinho, que sofreu muito com a marcação, quase marcou aos 36 minutos. O Bragantino respondeu no ataque seguinte com Sasha.

Everton Cebolinha, um dos destaques do Flamengo desde a chagada do técnico Tite, criou mais duas oportunidades, mas parou nas boas defesas do goleiro Cleiton.

O segundo tempo começou com o mesmo ritmo. Sabedores de que apenas a vitória interessava na ridada, as equipes

continuaram no ataque. E o Bragantino somou a terceira grande chance de gol, aos 19 minutos. Após levantamento de Mosquera, Sasha cabeceou, Rossi espalmou e a bola bateu na trave. No rebote, Hurtado mandou para fora. Aos 22, o goleiro argentino fez outra boa defesa, após cobrança de falta de Helinho.

De tanto perder oportunidades, o Red Bull Bragantino foi castigado, aos 29 minutos. Arrascaeta tabelou com Pulgar e, com categoria, abriu o placar para o Flamengo.

O Bragantino sentiu o gol e o Flamengo aproveitou para ir ao ataque. Bruno Henrique, que substituiu Thiago Maia, entrou bem pela direita e quase fez o segundo gol do time da Gávea.

Aos 41, a situação ficou ainda melhor para o Flamengo no final, quando Thiago Borbas foi expulso, após ficar em campo apenas nove minutos. Daí para frente, o rubro-negro esperou o tempo passar para somar mais uma vitória.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 0 RED BULL BRAGANTINO

FLAMENGO – Rossi; Matheuzinho (Wesley), Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Thiago Maia (Bruno Henrique), Gerson e Arrascaeta; Luiz Araújo (Erick Pulgar), Pedro (Varela) e Everton Técnico: Tite.

RED BULL BRAGANTINO – Cleiton; Aderlan (Andrés Hurtado), Léo Ortiz, Luan Cândido e Juninho Capixaba (Guilherme Lopes); Jadsom Silva, Matheus Fernandes (Thiago Borbas) e Lucas Evangelista; Helinho (Alerrandro), Eduardo Sasha e Vitinho (Henry Mosquera). Técnico: Pedro Caixinha.

GOL – Arrascaeta, aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Matheuzinho, Fabrício Bruno, Helinho, Luan Cândido, Ayrton Lucas

ÁRBITRO – Braulio da Silva Machado (SC).

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

LOCAL – Maracanã, no Rio (RJ).