O Atlético-GO se tornou o último time rebaixado deste Campeonato Brasileiro. Com um a menos em campo, o time goiano empatou com o América-MG por 1 a 1, neste domingo, no Arena Independência, em Belo Horizonte, pela 38ª e última rodada. Dudu e Henrique Almeida marcaram os gols da partida.

A equipe de Goiânia teve o rebaixamento sacramentado, ficando em 18º lugar, com 36 pontos. Juntou-se ao Ceará, Juventude e Avaí, que já haviam entrado na rodada rebaixados para a Série B. Já o América-MG perdeu a chance de disputar a fase preliminar da Copa Libertadores de 2023. Ficou em décimo lugar, com 53 pontos, ficando com vaga na Copa Sul-Americana.

O América-MG começou a partida pressionando e assustou em duas oportunidades. A primeira aos 12 minutos, com Henrique Almeida, e a outra aos 13, em cabeceio de Benítez. Só que foi o Atlético-GO que abriu o placar. Aos 16, Churín foi travado na área e Dudu finalizou entre a trave e o goleiro.

A desvantagem obrigou o América-MG a seguir no ataque e o empate quase veio aos 26 minutos, quando Everaldo arriscou da entrada da área e quase acertou a trave do goleiro Renan. E o time mineiro só melhorou, principalmente após Willian Maranhão, do Atlético-GO, ser expulso por agressão.

Com um homem a mais, o América-MG iniciou verdadeira blitz pelo gol do empate. Foram inúmeros cruzamentos e chutes de longa distância, até que aos 52 minutos, Benítez deu ótima assistência para Henrique Almeida, que finalizou na saída do goleiro Renan, deixando o placar em igualdade.

No segundo tempo, o América-MG voltou melhor, mas vacilou na defesa. Aos nove minutos, Wanderson aproveitou cobrança de falta e cabeceou para as redes. Contudo, o lance foi revisado e a arbitragem anulou o segundo gol do Atlético-GO por impedimento do zagueiro.

Após o gol anulado, o América-MG encaixou novamente a marcação e aos poucos dominou as ações no ataque, apesar da falta de criatividade. Everaldo seguiu sendo o mais perigoso. Aos 21, o atacante finalizou rasteiro e o goleiro Renan defendeu.

A reta final da partida foi de ataque contra defesa. O América-MG encurralou o Atlético-GO dentro da área em busca do gol da vitória. Aos 41, Benítez cruzou e Conti cabeceou muito perto do gol. Dez minutos depois, novamente Conti apareceu na área e mandou para as redes, contudo, o gol foi anulado por toque de mão do zagueiro dentro da área, mantendo o empate frustrante ao time mineiro.