O concurso do (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que teve edital divulgado nesta quinta-feira (18) oferece 2.815 vagas em Mato Grosso do Sul. São dois processos seletivos: um para recenseador e outro para cargos de ACM (agente censitário municipal) e (agente censitário supervisor). O salário chega a R$ 2.100 para o cargo de agente censitário municipal.

Conforme o edital, a maioria das vagas são para o cargo de recenseador, que recebe por produtividade. Para esta função, são 2.502 vagas nas 79 cidades de MS. A maioria delas, 813, são para atuar em Campo Grande. Outras 194 são para Dourados, 110 em Três Lagoas e, , com 83 oportunidades.

Já para os cargos de agente censitário municipal e agente censitário supervisor são 313 vagas no Estado. Em Campo Grande, são 86 vagas, sendo 78 para ACS.

Remuneração de recenseador do IBGE

O edital do concurso do IBGE prevê que a remuneração do recenseador será por produção, de acordo com o número de domicílios visitados e questionários respondidos. Para o cargo, é exigido que o candidato tenha ensino fundamental completo. A previsão de duração do contrato é de até 3 meses, podendo ser prorrogado.

Já no outro do IBGE, o cargo de ACM tem salário de R$ 2.100 e para ACS o valor a ser pago durante o período será de R$ 1.700. Para estes cargos, o edital exige ter ensino médio completo. São 40 horas de trabalho semanais, sendo 8 horas diárias. Os melhores colocados em cada município ocuparão a vaga de agente censitário municipal, que será o responsável pela coordenação da coleta naquela cidade. Os demais supervisionam as equipes de recenseadores. A previsão de duração do contrato é de até 5 meses, podendo também ser prorrogado.

Confira o edital para recenseador do IBGE

Confira o edital para os cargos de ACM e ACS do IBGE

Provas

São duas datas de prova previstas pelo IBGE: dia 18 de abril será aplicada para os cargos de ACM e ACS, e no dia 25 de abril é a vez dos candidatos a recenseadores. As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas.

Saiba Mais