Golpe que circula no WhatsApp é de site falso que promete consulta a dinheiro esquecido em bancos

Banco Central não envia links e nem entra em contato com a população
| 09/02/2022
- 17:54
Golpe que circula no WhatsApp é de site falso que promete consulta a dinheiro esquecido em bancos
Foto: Divulgação

Circulam nas e aplicativos de mensagem, links e informações sobre a consulta e até saques via Pix de valores disponíveis em bancos. O lançou, em janeiro, uma ferramenta que permite o resgate de valores esquecidos em instituições financeiras, mas o processo é feito somente pelo site oficial, neste link.

O site do Banco Central só vai voltar a ficar disponível na segunda-feira (14), pois teve que sair do ar por não suportar a quantidade de acessos no fim do mês passado. O banco chegou a fazer um alerta, dizendo que a instituição não envia links e que não há pessoas autorizadas a entrar em contato em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber.

Golpe

Usando elementos visuais e termos como "registrato" no nome do domínio, golpistas aproveitaram a tendência para tentar atrair usuários para sites falsos, que podem infectar o seu dispositivo com um vírus, malwares, roubar seus dados e até te convencer a enviar dinheiro.

Parte da mensagem que leva para o site falso diz: "Consulte agora se você tem algum valor a receber! Saque instantâneo via Pix, mais de 7 milhões de brasileiros já consultaram e sacaram!"

A plataforma Site Confiável, que ajuda consumidores a verificarem sites para evitarem golpes, identificou uma tendência nas buscas por sites que contenham o termo "registrato" nos últimos 30 dias. Foram 2.367 buscas que levam a pelo menos 6 sites diferentes, mas que usam as mesmas táticas para aplicarem os golpes.

Algo que é comum nesses sites é o tempo de existência, sites que foram criados recentemente e possuem em média 10 dias de vida. Para Alessandro Fontes, cofundador do Site Confiável, esses sites são descartáveis, pois com pouco tempo são catalogados em blacklists de empresas de segurança ou denunciados nas empresas de hospedagens e a partir disso os navegadores começam a emitir alertas de risco aos usuários, quando tentam acessar o site e por isso os criminosos mudam o domínio ou nome do site para continuar a prática.

Como se proteger?

Fontes também deixou 10 dicas para que os usuários possam evitar golpes, prejuízos e deixar a sua rotina no WhatsApp mais segura.

  • Jamais compartilhe seu código de segurança: como explicamos acima, o código de segurança, que geralmente é encaminhado via SMS para o seu número, é a principal forma de ativar o seu WhatsApp em um outro dispositivo.
  • Ative a verificação em duas etapas: que será mais uma camada de segurança, onde o golpista, mesmo com seu código de segurança, não conseguiria ativar o WhatsApp em novo dispositivo. Você pode fazer isso nas configurações do aplicativo.
  • Proteja seus dados pessoais: permita que apenas seus contatos tenham acesso à foto do perfil. Você pode ajustar isso nas configurações (Configurações > Conta > Privacidade).
  • Desconfie de pessoas pedindo dinheiro ou doações: algum contato seu pediu para depositar um dinheiro? Desconfie e tente ligar ou falar com a pessoa pessoalmente para confirmar a informação.
  • Não seja curioso: te encaminharam uma corrente, na qual o texto te deixou absolutamente curioso (o que é chamado em inglês de, clickbait, ou isca para cliques) e com vontade de abrir o link que acompanha a mensagem? Tenha cautela, pesquise no Google sobre a notícia e evite clicar em links encaminhados.
  • Coloque senha e ative o touch id do seu smartphone: já imaginou se você perde seu smartphone e ele está sem nenhuma proteção? Os golpes também podem acontecer fisicamente, então se proteja.
  • Não clique em qualquer link: recebeu um link de atualização cadastral bancária, promoção, sorteio, acesso a benefício, vacina e até pesquisa? Cuidado, pode ser um .
  • Ficou em dúvida? Pesquise no Google: o Google pode te ajudar a identificar golpes, que já possam estar circulando há certo tempo, por meio de notícias e sites que estejam falando do assunto. Então, se você ficou na dúvida. Pesquise.
  • Mantenha seu WhatsApp atualizado: é importante atualizar a versão do seu aplicativo, para que você tenha acesso a correções de vulnerabilidades e brechas, que foram corrigidas pela empresa.
  • Cuidado com os gatilhos mentais: os gatilhos mentais são peças-chave em ataques de engenharia social. Então se você recebeu uma mensagem, que te deixou curioso, com senso de urgência, com uma percepção de vantagem exclusiva… pare, pense e pesquise sobre o que acabaram de enviar em seu WhatsApp. Pode ser um golpe.

Veja também

Os prazos de entrega eram previstos para o último dia útil de maio e o último dia útil de julho, agora serão no último dia útil de junho e de agosto

Últimas notícias