O Dia das Mulheres é uma data festiva que anima o comércio de Campo Grande. Afinal, muita gente deseja surpreender alguém especial neste dia. Por isso, quem acordou cedo nesta quarta-feira (8) está aproveitando para tentar lucrar com a celebração também. É o caso dos autônomos, que se espalham pela cidade para vender flores a fim de arrecadar um a mais.

É o caso da Mayara Cristani, de 25 anos. Ela não perdeu tempo e logo se instalou na Avenida Doutor João Rosa Pires com Avenida Ernesto Geisel para vender rosas ao lado da amiga. A autônoma contou ao Jornal Midiamax que a chegou à região às 6h40 e, até a hora da entrevista, já havia vendido nove flores no trânsito.

rosas-1
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Os homens foram maioria na compra das flores, que desejavam surpreender as esposas, além de outras mulheres que também compraram rosas para homenagear as mães. Com cada rosa valendo R$ 20, Mayara consegue lucrar R$ 8 por flor.

Trajeto no Dia das Mulheres

Vale ressaltar que a ideia de vender rosas este ano partiu do marido de Mayara, uma vez que casal já trabalha com comércio de morangos nos sinaleiros da cidade. Esse ano, então, a ideia foi fazer diferente para lucrar mais.

Por isso, ela afirma que não há tempo a perder. Mayara e a colega ficarão na Avenida Doutor João Rosa Pires com Avenida Ernesto Geisel até as 17h30 e, em seguida, continuarão a venda de rosas nos bares e restaurantes no bairro até as 22h.

“O meu marido também está vendendo rosas na Rui Barbosa. Os homens quando veem as rosas lembram [do Dia da Mulher] e querem comprar”, finaliza.  

Série especial de reportagens

Vale lembrar que nesta semana o Jornal Midiamax publica uma série especial de reportagens que exaltam mulheres de destaque em Mato Grosso do Sul. Confira abaixo as reportagens:

Saiba Mais