Sem pesquisa, churrasco do dia das mães pode ficar até 190% mais caro em Campo Grande

| 05/05/2022
- 16:38
Carne
(Foto: Marcos Ermínio / Jornal Midiamax)

Sem uma pesquisa prévia, o tradicional churrasco do dia das mães pode custar até 190% a mais. É o que indica o levantamento realizada pelo Municipal de Campo Grande, entre o dia 27/04 ao dia 02/05, sobre o preço da carne. Os dados foram coletados em 16 estabelecimentos comerciais, sendo 8 casas de carne e 8 supermercados. Os produtos aferidos foram cortes de carne bovina, suína e ave.

De acordo com o levantamento, a variação pode chegar a 190% no corte de carne suína – lombo, com o menor preço de R$9,95 no mercado “Mister Júnior” e o maior preço de R$28,90 no “Extra Hipermercado”.

Em seguida o corte de carne de ave –  coxa/sobrecoxa, com alteração de 116%, sendo menor preço de R$9,80 no supermercado “Pires” e maior preço de R$21,15 no supermercado “Tropical”.

Já o corte de carne bovina – maminha, alcançou uma variação de 101%, menor preço encontrado R$34,90 no mercado “Mister Júnior” e maior preço R$69,99 no “Extra Hipermercado”.

A seguir, em sequência, outras variações encontradas entre o menor e o maior preços nas casas de carnes e supermercados:

  • Corte de carne suína – bisteca: 150%;
  • Corte de carne suína – paleta e pernil: 123%;
  • Corte de carne de ave – peito: 115%/;
  • Corte de carne bovina – picanha: 100%;
  • Corte de carne suína – lombo: 88%;
  • Corte de carne de ave – coraçãozinho: 85%;
  • Corte de carne de ave- peito: 84%;
  • Corte de carne bovina – picanha:  80%.

A equipe de pesquisas do órgão também realizou uma pesquisa comparativa, entre o mês de julho e dezembro de 2021, e maio de 2022. Com o objetivo de mensurar a evolução dos preços, conforme mostra a tabela abaixo:

semttulo prefcg 1651759111 - Sem pesquisa, churrasco do dia das mães pode ficar até 190% mais caro em Campo Grande

Nesse período as três maiores altas, foram as seguintes:

  • Corte de carne de ave – frango inteiro: 15%;
  • Corte de carne de ave – peito: 11%;
  • Corte de carne de ave – coxinha da asa: 9%.

E as maiores reduções no preço, foram as seguintes:

  • Corte de carne suína – lombo: -7%;
  • Corte de carne bovina de 2ª (segunda) – paleta: -6%;
  • Corte de carne bovina de 2ª (segunda) – costela ripa: -5%.

“Consumidor, fique atento aos preços, pesquise, pois você poderá encontrar promoções pontuais nos estabelecimentos. E, se possível, faça sua compra antes do dia para que possa economizar, caso haja nos preços. Também fique atento às planilhas que iremos disponibilizar, lá você encontra o nome dos estabelecimentos, separados por região”, é o que orienta o subsecretário do Procon Municipal de Campo Grande, Cleiton Thiago.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PESQUISA COMPLETA.

Veja também

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou na noite desta sexta-feira, 24, que manterá...

Últimas notícias