A prefeitura de Campo Grande concluiu o projeto para reconstrução de trecho do Lago do Amor e estima gastos de R$ 3,842 milhões. Erosão em decorrência de fortes chuvas, destruiu boa parte da passarela de uma via da Avenida Senador Filinto Müler, interditada desde 4 de janeiro.

O projeto de reconstrução do trecho foi elaborado por empresa de engenharia junto com técnicos da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos). O próximo passo é contratação de empresa para execução da , de maneira emergencial.

De acordo com a Sisep a documentação para realização da obra já está em andamento, tendo emitido laudo da atentando emergência da obra, autorização da e licença ambiental.

A secretaria afirma que o valor total deve cair quando forem apresentados orçamento para a obra. Com dispensa de licitação, por se enquadrar em obra emergencial, a Sisep apenas deve receber três orçamentos e escolher a de menor valor.

Prefeita disse que obra estaria pronta em menos de dois meses

Poucos dias depois dos danos na região do Lago do Amor, a prefeita Adriane Lopes (Patriota) afirmou que o local estaria recuperado em até um mês e meio. Porém, um mês e dez dias depois, empresa ainda não foi contratada.

Titular da Sisep, o secretário Domingos Sahib Neto disse recentemente que encontrou uma situação mais delicada do que o esperado. “Justamente porque neste um mês a passarela desmoronou mais. Também falta alguma documentação”, explica ele sobre a situação do local.

Além da passarela lateral, parte do asfalto próximo ao local rachou com a força da água da chuva.

Saiba Mais