O vendaval causado pela frente fria em causou estragos em cidades. Estações do (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) marcaram rajadas de vento de 109,1 km/h na segunda-feira (4).

Laguna Carapã lidera o ranking estadual com maior força do vento. Rio Brilhante marcou 107,6 km/h, em seguida está Ivinhema (85 km/h), Dourados (82,8 km/h), Aral Moreira (77,4 km/h), (75,6 km/h), (73,8 km/h) e (70,6 km/h).

Nas últimas 24h, o acumulado de chegou a 21,2 milímetros, como em Nova Andradina. Ivinhema chegou a 15 mm, Dois Irmãos do Buriti, 13,6 mm, e Itaquiraí, 13 mm, reflexo do avanço da frente fria, aliada ao fluxo de umidade e calor.

As imagens de satélite desta sexta-feira (5) mostram sol com variação de nebulosidade, exceto na região sul do Estado que tem nebulosidade, porém não associada às chuvas.

Alerta de queda nas temperaturas e chuva

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alerta de queda de 5°C nas temperaturas em Mato Grosso do Sul, nesta sexta-feira (5). A região do bolsão e norte pode registrar chuvas intensas.

O primeiro aviso, válido até as 23h, indica leve queda nas temperaturas, com declínio de 3°C a 5°C. A condição tem perigo potencial e pode causar riscos à saúde.

A meteorologia indica chuva em 18 cidades do Estado, com aviso válido até 10h de quarta-feira. Pode chover de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 mm ao dia, com rajadas de 40 a 60 km/h.