A prefeita Adriane Lopes (Patriota) disse, nesta terça-feira (31), que a prefeitura deve nomear 107 candidatos aprovados no concurso da GCM (Guarda Civil Metropolitana) ainda hoje em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

Até então, apenas 106 dos 372 alunos que concluíram o curso de formação do concurso foram chamados para o processo de nomeação e posse, publicado em Diário Oficial no começo desde ano. Diante disso, os formandos que não foram nomeados ficaram insatisfeitos.

O certame se arrasta desde 2020, com vários adiamentos por parte de gestão municipal. Dos 388 que começaram o curso de formação, última etapa do concurso, 372 concluíram e se graduaram.

Déficit de efetivo e candidatos remanescentes

Conforme publicado no Diogrande, em 30 de maio de 2022, foram criados 1.750 cargos da Guarda Civil Metropolitana, que corresponderá até dezembro de 2025, ao efetivo da carreira. Ainda conforme a publicação, atualmente o efetivo atual da Guarda Civil Metropolitana é de 1.039 servidores, com uma defasagem de 40,63%.

O ex-secretário de segurança pública de Campo Grande, Valério Azambuja, afirmou em 30 de julho de 2022, que um segundo curso de formação para os candidatos remanescentes – que estão aptos, mas não se enquadram no número de vagas desta turma – do concurso da GCM (Guarda Civil Metropolitana) deve acontecer até 2024, desde que o município tenha condições financeiras para a execução.