A Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura) recebeu, nesta sexta-feira (8), uma nova ameaça de exposição de dados pessoais de administradores da instituição por um hacker do grupo Anonymous, identificado como Low Profile. 

A fundação tem sido alvo de críticas, nesta semana, pelos diversos erros apontados por professores e alunos nas provas dos vestibulares da UEMS e UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). A insatisfação com as provas é compartilhada pela falta de revisão e gabarito incompatível com o conteúdo.

A conta do hacker no X (antigo Twitter) reforça a ameaça dizendo que seria a “última chamada” para a Fapec tomar providências. “Se posicionem como uma empresa séria e comprometida, ou vamos realizar EXPOSED conforme mencionado anteriormente”, diz o tweet. 

A imagem que acompanha o tweet mostra o que seriam dados tapados do RG, CPF e endereço da diretora-presidente da Fapec, Nilde Clara de Souza Benites Brun.

E-mail enviado pelo hacker ao Midiamax, nesta sexta-feira, diz que solicita uma resposta em breve.

“Solicitamos uma resposta imediata e satisfatória a respeito das medidas que serão tomadas para corrigir essa postura inadequada e para garantir que os candidatos sejam tratados com o devido respeito e consideração. Caso não recebamos uma resposta adequada, nos veremos obrigados a expor publicamente os documentos mencionados”, diz o e-mail.

Portal fora do ar

O site da Fapec foi alvo de ataque hacker na tarde de terça-feira (5) e teria ficado mais de 16 horas fora do ar. No dia seguinte, na quarta-feira (6), o mesmo perfil do Anonymous ameaçou expor dados pessoais dos funcionários da instituição. A fundação decidiu no dia retirar o portal do ar para proteger informações de servidores. 

O Midiamax entrou em contato com a Fapec para solicitar uma nota sobre a nova ameaça de exposição de dados pessoais.

Confira abaixo a nota da Fapec:

A Fapec é uma instituição de ensino e pesquisa com mais de 40 anos de existência, reconhecida nacionalmente por seus projetos.

Temos a certeza do trabalho que realizamos e da qualidade dos profissionais que compõem nosso corpo técnico.

No que se refere ao caso do hacker, as medidas adequadas já estão sendo tomadas, sendo tratadas pelas autoridades competentes.

Trabalhamos com dedicação e seriedade e não temos nada a esconder. Qualquer exposição feita indevidamente, terá as consequências previstas em Lei.

Trabalhamos mediante contratação e assim ocorre nos vestibulares, não podemos expor nossos contratantes e não daremos uma quebra de contrato. Somos responsáveis pela execução do certame, no entanto atuamos estritamente conforme regras e condições estabelecidos pelos seus respectivos contratantes.

A Fapec não possui poder de mando ou decisão, apenas tem o dever de cumprir cada contrato pactuado, portanto, no que diz respeito a execução dos certames contratados, a Fundação não possui nenhum poder ou mesmo autonomia para decidir sobre suspensão, alteração de datas, alteração de etapas, anulação ou reaplicação, nem mesmo para cancelar qualquer fase prevista nos editais dos certames
.

*Matéria atualizada às 09h, do dia 9 de dezembro de 2023, para adicionar a nota da Fapec.