A (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura) foi alvo de ataque na tarde desta terça-feira (5), por conta dos recentes erros nas provas como vestibular da (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e UEMS (Universidade Estadual de MS).

O ataque foi reivindicado pelo hacker Low Profile, intitulado como da ‘Alta Hierarquia do Coletivo Internacional Anonymous’. O site fapec.org está fora do ar há mais de 16 horas.

fapec
Ataque hacker no site da Fapec (Reprodução, X)

“Esta mensagem é para alertá-los sobre a nossa insatisfação e inconformidade com a realização da prova que ocorreu recentemente. Em nome de todos os candidatos que prestaram o exame por meio da FAPEC, queremos expressar nossa profunda frustração e sentimento de lesão de direitos. É extremamente decepcionante constatar que a prova, supostamente desenvolvida por uma organização renomada como a de vocês, está repleta de erros graves”, traz e-mail encaminhado ao Jornal Midiamax.

A Fapec informou que a tentativa de ataque ao “site foi imediatamente identificada e bloqueada, todas as medidas pertinentes foram e estão sendo tomadas por nossa equipe técnica”.

“O site fapec.org é um site de caráter informativo e institucional, não havendo nenhum tipo de violação, sendo garantida a segurança e proteção dos dados”, diz nota.

Erros no vestibular

Alunos e professores de cursinhos pré-vestibular lançaram o movimento #ForaFapec devido a erros em questões do vestibular da UFMS e UEMS. As provas foram aplicadas pela banca organizadora Fapec em 26 de novembro (UEMS) e em 3 de dezembro (UFMS). 

Cerca de 70 professores e dezenas de vestibulandos protestam contra erros nas avaliações, desde erros de digitação a questões sem alternativas corretas, o que prejudicaria o desempenho dos candidatos.

O movimento coletivo composto por cerca de dez instituições de cursinhos pré-vestibular levantou nas redes sociais as hashtags #ForaFapec e #MudaFapec, pedindo mudanças na banca. 

*matéria alterada às 17h52 para acréscimo de nota da Fapec.

Saiba Mais