Na última segunda-feira (23), uma cena inusitada chamou a atenção dos campo-grandenses e levantou discussões nas redes sociais. Um ciclista foi seguido até o trabalho, cerca de 11 quilômetros, pelo cachorro de sua vizinha. O caso aconteceu no dia mais quente do ano, que registrou 38,9° C, em .

Nas redes sociais do Jornal Midiamax, muitos comentários questionavam sobre os impactos que a caminhada pode ter causado ao cãozinho. Conversamos, então, com o veterinário, Rodrigo Piva, para entender como o exercício físico em excesso afeta os animais.

O veterinário explica que vários fatores devem ser avaliados, nesse caso, como a raça do cachorro, o porte, o condicionamento físico e as condições ambientais de temperatura e umidade.

A quantidade máxima que um cachorro consegue aguentar caminhando é relativo e depende do condicionamento físico. “Você pode comparar com um ser humano, se a pessoa não está preparada e condicionada para uma caminhada longa passando do limite dela pode causar mal”, afirma.

Caso animal sofra de alguma patologia cardíaca, as complicações podem ser maiores, podendo levar ao óbito. As altas temperaturas do asfalto também podem ocasionar queimaduras nas patas dos bichinhos.

“Da mesma forma sobre o terreno, um terreno sem sombra é mais quente e o animal sente esse calor, imagina o asfalto? Pode ocasionar queimaduras sim. Se o animal sofrer de alguma patologia cardíaca, o excesso de exercício físico pode provocar malefícios e pode até vir a óbito”, afirma o médico veterinário.

Cuidados com os animais no calor

Mato Grosso do Sul tem enfrentado ondas de calor, nesse fim de ano, e os animais domésticos podem sofrer mais com as altas temperaturas, do que os próprios tutores.

Os cuidados que normalmente são indicados para a população humana também devem ser observados para os pets, como manter a hidratação, deixando água à disposição, dar água de coco e até colocar uma pedra de gelo para resfriar o líquido na vasilha.

E atenção para os sinais que devem ser levados em consideração quando o animal está passando mal, devido ao calor. Os sintomas de hipertermia são: respiração ofegante de forma anormal, cansaço e apatia. Vale lembrar que pets não se restringem apenas aos cães e gatos.