DJ Lino Mascarado, que acendeu um sinalizador como parte do show que fez em uma boate em Corumbá, no fim de semana, se pronunciou sobre o caso, nas redes sociais.

Em story postado no Instagram, o artista justificou que não foi informado sobres as ‘regras da casa’. “Eles já conheciam como funciona o meu show. Os contratantes, que já me contrataram, conheciam meu show. Então, eu não vou carregar essa culpa, sendo que não me passaram as regras da casa”, disse.

“[…] tem várias pessoas chegando em mim e me culpando, falando que eu sou o culpado e não olham a parte do evento, da parte do contratante, do proprietário da casa, que não me passaram a regra; não me passaram nada”, explicou ele, que finaliza pedindo desculpa. “Peço desculpa a todos, tudo é aprendizado nessa vida”.

Entretanto, conforme ressaltou o Corpo de , desde 2014, Lei aprovada em Mato Grosso do Sul “proíbe a utilização de artefatos de pirotecnia e de materiais inflamáveis e não auto-extinguíveis em recintos fechados de uso coletivo, no território do Estado”.

Nas imagens que circulam nas redes sociais, é possível notar o momento em que o artista utiliza o sinalizador na pista de dança. Ele balança o apetrecho e deixa faíscas posicionadas na direção do teto e dos clientes.

Muita fumaça

Em outro vídeo, postado pela página Passeando em Corumbá, é possível ver a quantidade de fumaça que saiu da casa noturna. Dezenas de pessoas estavam no lado de fora, e, mesmo lá, tinha muita fumaça no ar.

A pessoa que gravou o vídeo até brinca com a situação. “Todo mundo saiu da festa. DJ Fumaça ‘pai’. Contrata (sic)”, diz o cliente.

Confira o vídeo:

E foi justamente a fumaça que fez o descobrir toda a situação, após serem acionados para atender uma ocorrência de crise asmática, na boate.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, viatura foi acionada por volta da 0h58 após um dos clientes entrar em crise por conta da fumaça que tomou conta do ambiente. Apesar das cenas impressionantes, não houve relato de princípio de incêndio.

Boate interditada

Ainda no domingo, após repercussão do caso, o Corpo de Bombeiros fez uma vistoria e acabou interditando a casa noturna. Além disso, a empresa foi multada.

Segundo a corporação, a boate foi notificada e ficará interditada até a correção das medidas de segurança. As notificações foram referentes as iluminações de emergência, sinalização e saídas de emergência (já que a barra anti-pânico danificada).

Além disso, a multa para uso dos artefatos pirotécnicos foi de 1 mil UFERMS, cerca de R$ 47,4 mil (considerando o valor do UFERMS). Porém, como são medidas administrativas, a casa noturna pode entrar em com recurso sobre o valor.

O Corpo de Bombeiros ressaltou também que a da corporação é na esfera administrativa, referente ao CNPJ da edificação e sua Certificação para funcionamento. “Caso tenha alguma investigação na esfera penal, cabe a inquérito policial pela Polícia Civil, que será informada oficialmente do caso”, diz nota.

boate
Boate foi interditada (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros

Saiba Mais