O aumento das temperaturas em Mato Grosso do Sul provou que ar-condicionado deixou de ser um item supérfluo, passando a ser sinônimo de conforto em dias de calorão. Diante do cenário, quem passou a ter muito são os técnicos de ar-condicionado, que viram a demanda aumentar até 40%.

Isso porque, com o aumento nas vendas de condicionadores de ar, a demanda por instalação também cresceu muito. Aliado a isso, muitos clientes também precisam fazer limpezas e manutenções, que podem ser ocasionadas pelas quedas de energia elétrica ou por muito tempo de uso. E para dar conta da clientela “inchada”, o jeito é intensificar os atendimentos, incluindo horários da noite e aos fins de semana.

Técnicos compararam a alta na demanda com 2020, último ano com picos de calor recorde em . “Esse ano a procura está muito alta, a última vez que teve uma demanda tão grande foi na época da ”, afirma o técnico Áureo Machado.

Preços mais altos

Quem precisou instalar ou fazer manutenção em ar-condicionado este ano notou aumento nos preços dos serviços. A R4 Climatização afirma que assim como o preço so aparelho de ar-condicionado, que subiu em média R$ 1 mil, os itens usados na manutenção também estão mais caros, bem como o serviço.

O preço pago na instalação de um ar-condicionado varia bastante. Na internet, uma consulta rápida revela anúncios de instalação a partir de R$ 250, mas que chegam a passar dos R$ 600.

O técnico Áureo Machado afirma que a instalação de ar-condicionado novo, com os materiais inclusos, custa a partir de R$ 450. A é a partir de R$ 200 – mas os valores variam para mais, conforme tamanho do ar e distância da residência.

Já na R4 Climatização, a instalação de ar-condicionado até 12.000 BTUs – SPLIT – térreo parede com parede – de acordo com o manual está na faixa de R$ 600.

Saiba Mais