Seja por folga ou festa, população lamenta ponto facultativo adiado em Campo Grande

Para muitas pessoas, mesmo as que não costumam pular Carnaval, folga era oportunidade
| 24/02/2022
- 18:00
Marcelle planejava viajar
Marcelle planejava viajar - (Foto: Marcos Ermínio)

A viagem para Bonito, a 297 quilômetros de Campo Grande, já estava planejada na cabeça de Marcelle Augusta Rondon, de 22 anos. Funcionária de uma grande rede de supermercado, a jovem estava esperando ansiosamente pela chegada do fim de semana de Carnaval, período em que queria fazer uma viagem, a primeira desde que começou a trabalhar, há cinco meses.

[Colocar ALT]
Loka no Centro vendendo fantasia para o Carnaval (Foto: Marcos Ermínio)

"Infelizmente só vou ter no dia 28 (segunda-feira). Fiquei um pouco frustrada porque achei que ia emendar (risos)", diz ela.

A publicou na edição extra do Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) desta terça-feira (22), o Decreto nº 15.119, de 22 de fevereiro de 2022, que declara transferido o ponto facultativo nas repartições públicas municipais, referentes às festas carnavalescas no município para os dias 20, 21 e 22 de abril de 2022.

Afetando planos

Na mesma situação de Marcelle está a vendedora Juliana Moraes. Funcionária de uma loja de calçados no Centro, ela é bem objetiva quando perguntada por que não gostou do adiamento do ponto facultativo. "Queria descansar".

É bem verdade que nunca foi uma obrigação do comércio fechar as portas no ponto facultativo de Carnaval, mas tradicionalmente isso acontece. Esse período, portanto, é uma oportunidade para quem gosta da festa, curti-la, ou quem gosta de descansar e viajar, que assim o faça.

[Colocar ALT]
Rosângela gostou do adiamento (Foto: Marcos Ermínio)

Já a também vendedora Bruna Rocha não gostou do adiamento por outro motivo, porque queria festar. "Tinha vários planos, queria festejar, ir para rua, mas agora vou trabalhar (risos)".

Tem quem goste

Para a vendedora ambulante Rosângela de Oliveira, que vende trufas no centro de Campo Grande, o comércio aberto significa uma alternativa para ela que não contará com o Carnaval mais uma vez este ano. "Se tivesse o Carnaval e o comércio fechasse, claro que eu ia dar meu jeito e vender alguma coisa no Carnaval, mas já que não vai, pelo menos tem o comércio aberto e eu não fico parada", pondera.

No dia 15 de fevereiro, a prefeitura havia divulgado que não teria ponto facultativo nos dias de carnaval, previsto para o intervalo de 28 de fevereiro a 1º de março de 2022. Segundo comunicado, os servidores devem trabalhar normalmente. Ainda em outubro de 2021, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou que Campo Grande não terá Carnaval de rua

Veja também

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PSDB) informou nas redes sociais em relação ao falecimento de...

Últimas notícias