Nível do Rio Paraguai sobe em 21% e MS pode retomar transporte hidroviário

O Rio Paraguai permite conexão estratégica para transporte de mercadorias com Paraguai, Argentina e Bolívia.
| 18/01/2022
- 21:31
O transporte hidroviário foi paralisado devido a seca histórica de Mato Grosso do Sul desde 2020.
O transporte hidroviário foi paralisado devido a seca histórica de Mato Grosso do Sul desde 2020. - Reprodução/Governo do Estado

O nível do Rio Paraguai teve recuperação de 21%, possibilitando a retomada do transporte hidroviário em Mato Grosso do Sul.

Segundo dados da Sala de Situação do (Instituto de de Mato Grosso do Sul), no município de Ladário a régua de medição do rio está em 107 centímetros, índice 21,5% maior em comparação ao mesmo período do ano em 2021. Já em Porto Murtinho, o rio Paraguai está em 187 centímetros, que demonstra o aumento de 7,4% no nível registrado em 18 de janeiro de 2021. 

A hidrovia do Paraguai é uma conexão estratégica para o transporte de mercadorias do estado com a Argentina, Paraguai e Bolívia, de acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck. 

O transporte hidroviário foi paralisado devido a seca histórica de Mato Grosso do Sul desde 2020. “Estamos falando de terminais portuários e da necessidade que nós temos de todo o sistema da estrutura de barcaças. Isso é fundamental. O que nós observamos nos últimos dois anos foi primeiro a paralisação da hidrovia em função de uma seca histórica”, esclarece Verruck. 

No entanto, o nível do rio ainda está longe da normalidade, o índice de 21% corresponde a uma melhoria apenas em comparação a 2021. “Quando observarmos os últimos cinco anos, ela ainda é a mais baixa. Só está acima do ano passado. Mesmo assim precisamos denotar que isso mostra uma recomposição que permitiu a navegabilidade”, explica o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar.

Veja também

Vagas são temporárias com remuneração de R$ 1.212

Últimas notícias