MS salta de 100 para 821 casos de Covid nas últimas 24h: ‘Estrondoso’, diz secretário de saúde

Crescimento da doença ocorre principalmente entre os não vacinados, pessoas sem o ciclo completo e também a dose de reforço
| 06/01/2022
- 14:43
Secretário de Saúde de MS
Secretário de Saúde de MS, Geraldo Resende - Midiamax / Arquivo

Mato Grosso do Sul saltou de uma média de 100 casos diários de Covid para 821, isso nas últimas 24 horas, segundo afirmou ao o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende. O número, chamado de “estrondoso” por ele, fez a pasta tomar uma série de medidas para tentar conter o novo surto da doença. 

“Estamos fazendo reuniões o tempo todo, discutindo este cenário que está se apresentando, com crescimento muito grande. A média de 100 para 821 casos é um número estrondoso e mostra o crescimento da doença, principalmente entre os não vacinados, aqueles que não tiveram o ciclo completo e os que não tomaram a dose de reforço”, comentou Resende. 

Mesmo sem óbitos, o secretário fala que o surto é preocupante, já que, concomitante a isso, temos os casos de e Flurona. “É um surto que está ocorrendo em todo o país, com um crescimento também estrondoso da Influenza. Estamos tomando decisões e o principal é aumentar a testagem em todos os municípios, fazendo monitoramento direto nas unidades de saúde”, explicou. 

Centro de Testagem distribui cerca de 600 senhas ao dia

Com lotação desde o início da semana, o Centro de Testagem, localizado na rua Barão do Rio Branco, perto da Praça do Rádio Clube, em Campo Grande, está distribuindo entre 500 e 600 senhas ao dia. Por conta da grande procura, a responsável pelo local, a enfermeira Lina Ribeiro, reforçou mais uma vez que a população também pode buscar atendimento nas 72 unidades de saúde, distribuídas em 7 regiões da cidade. 

“Aqui abre às 7h e hoje nós já distribuímos 192 senhas, até as 7h45. Ontem, no decorrer do dia, foram 630 senhas. É necessário esclarecer, mais uma vez, que a população também pode buscar atendimento nos postos de saúde. Lá também estão fazendo testes de Covid. No caso do teste da Influenza, ele só é feito se a pessoa tiver alguma internação no posto de saúde ou então está com suspeita de H3N2”, explicou Ribeiro. 

Conforme a enfermeira, as senhas serão distribuídas até as 14h e, em seguida, o atendimento segue com livre demanda. “Vamos atender todo mundo até o final, com livre demanda. Nós organizamos duas salas aqui e estamos dividindo as pessoas”, disse. 

Cidade do interior também vive ‘surto’

Em Ribas do Rio Pardo, por exemplo, a cidade chegou a comemorar zero internações e sequer qualquer investigação de Covid, no último mês de dezembro, agora voltou a ter um cenário preocupante: dezenas de confirmações de novos casos nos últimos dias, gente chegando na cidade em busca de emprego já contaminada e um caso positivo para H3N2.

“Nós estamos com 40 casos positivos, sendo que 18 deles foram confirmados nessa quarta-feira (5). Todos eles estão em tratamento domiciliar. A cidade esteve vários dias com zero casos e agora tivemos que voltar com o atendimento no que chamamos de Centro de Covid”, afirmou ao Jornal Midiamax o secretário de saúde do município, Matheus Bolis Fatin.

vdsvds sntbTbM
Centro de Covid foi reaberto após aumento de casos em Ribas do Rio Pardo - Prefeitura de Ribas do Rio Pardo/Divulgação

 

Veja também

Para uma maior eficácia do inseticida é necessário abrir portas e janelas

Últimas notícias