Prevista para ser entregue nesta quarta-feira (30), a obra da Cidade do Natal foi adiada, mas a reinauguração foi mantida para o dia 10 de dezembro. A obra está em fase de finalização e contará com espaço de alimentação, tela de cinema e área de eventos.

Conforme o secretário Rudi Fioresi, da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), a obra será entregue até o dia de dezembro, onde ocorrerá evento para a população para reinauguração do espaço.

Anteriormente, a Sectur (Secretaria Municipal de Turismo) fará uma campanha para rebatizar a Cidade do Natal que, com a obra, permitirá que o espaço seja utilizado nos demais meses do ano. Ainda não há opções de nomes para o local.

O custo da obra, conforme consta no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) de 31 de agosto de 2021, foi de R$ 2.570.920,76. Em 27 de julho, foi publicada no Diário Oficial da União a seleção da empresa 1A Serviços de Obras Civis e Terceirização, que venceu a licitação — a obra tinha custo estimado de R$ 3,4 milhões. 

Foto: Nathalia Alcântara, Midiamax

Nova Cidade do Natal

O projeto arquitetônico foi concebido, segundo a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), para que os visitantes, ao chegarem ao local, além de mergulharem num cenário típico natalino no período festivo, tenham oportunidade de conhecer um cenário urbano que o crescimento de Campo Grande deixou no passado.

Além das fachadas dos prédios, o totem de entrada da Cidade do Natal será uma representação em miniatura da antiga estação ferroviária da Noroeste do Brasil. Também será construído um coreto com estrutura de aço galvanizado, com as características arquitetônicas da primeira biblioteca de Campo Grande.

Um espaço destinado às exposições vai lembrar a fachada de uma casa da Noroeste do Brasil. O espaço destinado às mídias digitais vai lembrar o antigo Cine-teatro Alhambra e o mirante, a frente da Igreja de Perpétuo Socorro. O projeto completo pode ser conferido aqui.