Com superlotação, Hospital Universitário da UFGD atinge capacidade limite na UTI Neonatal

Foi necessário bloquear seis leitos da UTI adulto para acomodação provisória de bebês
| 29/03/2022
- 12:29
Com superlotação, Hospital Universitário da UFGD atinge capacidade limite na UTI Neonatal
Entrada do Hospital Universitário da UFGD. - (Foto: Divulgação)

O HU-UFGD ( da Universidade Federal da Grande Dourados) esgotou completamente a capacidade técnica para acomodar novas internações de bebês na Neonatologia (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Cuidados Intermediários - UTI Neo e UCI Neonatal), nesta segunda-feira (28). Com isso, foi necessário bloquear os seis leitos da UTI Adulto para destinar aquele espaço físico à acomodação provisória da UTI Neo.

Nos últimos dias, a superlotação da Neonatologia tem chegado quase ao dobro da capacidade. Na segunda-feira, eram 19 bebês internados na unidade, que tem capacidade instalada para 10 leitos, e 27 bebês na UCI, cuja capacidade é de 15 leitos. 

Com o bloqueio dos seis leitos da UTI Adulto, novas internações nesse setor estão suspensas. “É uma situação limite, resultado da superlotação crônica da UTI Neonatal, e estamos fazendo todo o possível para encontrar uma solução definitiva”, afirma o superintendente do HU-UFGD, Hermeto Paschoalick.

Tratativas

Na manhã desta terça-feira (29), o HU-UFGD notificou o bloqueio dos leitos de UTI Adulto à de Dourados, a Central de Regulação do Município, e ao Ministério Público Estadual e Federal, instâncias que já vinham acompanhando a situação. A previsão inicial é a de manter o bloqueio dos leitos de UTI Adulto por pelo menos 15 dias, com a regulação dos pacientes para outra unidade hospitalar, e, nesse prazo, reavaliar a situação. “Contamos com a cooperação de toda a rede, pois a situação é crítica”, comenta o superintendente.

O HU-UFGD conta com o único serviço de pronto-atendimento em ginecologia e obstetrícia (Maternidade) e o único em Neonatologia 100% SUS no município de Dourados, além de ser referência em atendimentos de alta complexidade na linha materno-infantil para toda a macrorregião, que compreende 33 municípios.

Ebserh

Desde setembro de 2013, o HU-UFGD é vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Ligada ao MEC (Ministério da Educação), a Ebserh foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Essas unidades hospitalares, que pertencem a universidades federais, têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde das regiões em que os hospitais estão inseridos, mas se destacam pela excelência e vocação nos procedimentos de média e alta complexidades.

Veja também

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 9,4% em abril deste ano, o menor...

Últimas notícias