Cotidiano

Em 2021, MS registra 3º pico de infecções por Covid-19 em jovens de 10 a 29 anos

Neste ano, Mato Grosso do Sul registrou o 3º pico de infecções por coronavírus entre jovens de 10 a 29 anos. Janeiro de 2021 registrou 6.079 casos de Covid-19 nesta faixa etária. Assim, o mês é o terceiro com maior número de infecções entre jovens desde o início da pandemia no Estado. Então, como primeiro […]

Dândara Genelhú Publicado em 15/02/2021, às 08h08 - Atualizado às 14h52

Grupo é um dos com menor letalidade por coronavírus no Estado. (Foto: Leonardo de França, Midiamax)
Grupo é um dos com menor letalidade por coronavírus no Estado. (Foto: Leonardo de França, Midiamax) - Grupo é um dos com menor letalidade por coronavírus no Estado. (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Neste ano, Mato Grosso do Sul registrou o 3º pico de infecções por coronavírus entre jovens de 10 a 29 anos. Janeiro de 2021 registrou 6.079 casos de Covid-19 nesta faixa etária.

Assim, o mês é o terceiro com maior número de infecções entre jovens desde o início da pandemia no Estado. Então, como primeiro colocado, dezembro registrou 8.178 casos de Covid-19 em pessoas de 10 a 29 anos.

O segundo mês com maior número de infecções é agosto, quando 6.345 casos entre jovens foram confirmado em MS. Se somados os casos de 1º de janeiro até 11 de fevereiro, já são 7.368 pessoas desta faixa etária que contraíram Covid-19.

Para a reportagem, o Jornal Midiamax utilizou os microdados disponibilizados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Desde o início da pandemia em MS, 42.141 jovens foram infectados pela doença. A faixa etária possui 0,05% de letalidade para o coronavírus. Ou seja, são 23 óbitos em pessoas de 10 a 29 anos no Estado.

A faixa etária é a menos afetada em infecções e mortes por coronavírus em MS. Assim, com o segundo maior número de infectados e o maior de óbitos, pessoas a partir de 50 anos lideram a letalidade no Estado.

De acordo com a SES, até esta quinta-feira (11), 42.767 pessoas com 50 anos ou mais haviam contraído Covid-19, dessas 2.710 morreram. Então, a doença é 6,3% letal para esta faixa etária. O segundo grupo mais afetado são os adultos de 30 a 49 anos, com letalidade de 0,4%. Apesar de 67.902 casos confirmados serem registrados com estas idades, foram confirmados 272 óbitos.

Jornal Midiamax