A partir deste sábado (18), Campo Grande passa a ter novas regras restritivas para enfrentamento ao coronavírus. Apesar das medidas adotadas, não foi implantado o lockdown na cidade.

Então os campo-grandenses não estão totalmente proibidos de sair de casa. O que acontece é que a necessidade e possibilidade de circulação foi reduzida aos finais de semana.

Isto porque aos sábados e domingos comércios não essenciais foram proibidos de atender de forma presencial. Caso precise sair para algum serviço essencial, como farmácias ou serviços de saúde, o atendimento presencial continua normalmente e é permitida a ida ao estabelecimento.

Porém, o toque de recolher foi mantido na Capital. De acordo com o decreto nº 14.380, no período de 18 a 31 de julho foi determinado toque de recolher a partir das 20h. Assim, após este horário, os campo-grandenses devem entrar em “confinamento domiciliar obrigatório”, sendo proibida a circulação de pessoas no município.

Para casos de acesso aos serviços de saúde será permitida a circulação após o toque de recolher, porém deverá ser comprovada a necessidade ou urgência. Por fim, o Jornal Midiamax detalhou o que abre e fecha aos finais de semana em Campo Grande e quais as formas de atendimento.