Cotidiano

Só serviços essenciais: saiba o que funciona neste fim de semana em Campo Grande

Devido ao avanço do coronavírus na cidade, a Prefeitura de Campo Grande publicou o decreto nº 14.380, que estabelece novas medidas restritivas para o comércio. Assim, com a medida, durante os próximos dois finais de semana apenas serviços essenciais poderão funcionar de forma presencial na Capital. Apesar da restrição, comércios e serviços não considerados como […]

Dândara Genelhú Publicado em 18/07/2020, às 08h22 - Atualizado em 19/07/2020, às 08h59

Foto: (Leonardo França, Midiamax).
Foto: (Leonardo França, Midiamax). - Foto: (Leonardo França, Midiamax).

Devido ao avanço do coronavírus na cidade, a Prefeitura de Campo Grande publicou o decreto nº 14.380, que estabelece novas medidas restritivas para o comércio. Assim, com a medida, durante os próximos dois finais de semana apenas serviços essenciais poderão funcionar de forma presencial na Capital.

Apesar da restrição, comércios e serviços não considerados como essenciais poderão atender por meio de delivery ou até mesmo drive-thru. Confira a lista de serviços e como podem funcionar neste final de semana em Campo Grande.

Agências bancárias

Agências bancárias e Casas lotéricas só podem funcionar aos finais de semana para o pagamento do auxílio emergencial. As demais atividades financeiras podem ser feitas na modalidade de autoatendimento.

Mercados e padarias

Estes serviços são considerados essenciais. Então, hipermercados, supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros (incluindo as bancas de feiras livres), quitandas, padarias e centros de abastecimento de alimentos estão liberadas para atendimento presencial. Porém, os estabelecimentos devem respeitar o horário do toque de recolher e o consumo no local é proibido.

Atividades religiosas

As atividades religiosas são consideradas como serviço essencial. Assim, o funcionamento é permitido durante o sábado e domingo, desde que respeitado o toque de recolher que começa às 20h. Entretanto, a Prefeitura recomenda que cultos, missas e demais celebrações religiosas sejam praticadas na modalidade online.

Shoppings

Shoppings centers, feiras e centros comerciais podem funcionar apenas os estabelecimentos que se enquadrem nas atividades de hipermercados, supermercados e afins. Então, são válidas as mesmas recomendações dos supermercados e padarias, sem consumação local e com funcionamento até às 20h.

Conveniências

Para as lojas de conveniências que possuem em alvará de localização e funcionamento a atividade classificada com o
CNAE de minimercado (código 47.12-1), podem funcionar sem consumação no local e respeitando o toque de recolher. Assim, as que não se enquadram podem atender de forma delivery.

Borracharias

Os serviços de reparos emergenciais foram autorizados a funcionar por meio de delivery, ou seja, o prestador do serviço pode se dirigir ao local onde é necessário fazer o reparo. A medida é válida para borracharias, serviços de mecânica ou similares.

Restaurantes e lanchonetes

Estabelecimentos de comercialização de refeições, como lanchonetes, restaurantes, bares e buffets, é permito o funcionamento por delivery e drive-thru. Então, o cliente pode se dirigir em algum veículo até o estabelecimento para ser atendido com a entrega da refeição ou lanche diretamente no veículo. Não é permitido o atendimento fora dos veículos, para evitar aglomerações durante a espera.

Transporte coletivo

O transporte coletivo só poderá atender usuário que comprove ser trabalhador dos serviços essenciais, por isso poderá ser
cobrada a apresentação de documento que comprove. Então o funcionário deverá utilizar crachá de identificação ou carteira de trabalho para o embarque. Confira aqui o horário especial das linhas neste fim de semana.

Só serviços essenciais: saiba o que funciona neste fim de semana em Campo Grande
Foto: PMCG

Serviços essenciais

Serviços considerados como essenciais pela Prefeitura de Campo Grande estão permitidos a atenderem de forma presencial. Foram listados assistência à saúde, incluindo atividades da atenção primária a saúde e serviços médicos e hospitalares; farmácias e drogarias; serviços de infraestrutura, tais como fornecimento de água, esgoto, limpeza urbana, energia elétrica, distribuição de gás, telefonia e internet.

Assim, também são consideradas essenciais as atividades relacionadas à cadeia de resíduos; postos de combustíveis e serviços de apoio em rodovias; atendimento médico veterinário; serviços de entregas (delivery), de zeladoria em condomínios e de segurança particular em geral.

Então, podem funcionar serviços funerários; serviços de hospedagem; serviços de mobilidade urbana; atividades religiosas, respeitando o horário do toque de recolher; ações de fiscalização e exercício do poder de polícia em geral;  agências bancárias, cooperativas de crédito e casas lotéricas para pagamento do auxílio emergencial e para a modalidade de autoatendimento; atividades e serviços relacionados à imprensa e comunicações; indústrias alimentícias e toda cadeia de produção; e o setor de construção civil.

Por fim, a Prefeitura autoriza todos os serviços comerciais de Campo Grande que não foram considerados como essenciais a atenderem de forma delivery. Lembrando que todos os estabelecimentos que forem pegos descumprindo as restrições do decreto estão sujeitos a penalidades. Então, com a primeira ocorrência podem receber interdição com lacre por três dias, na segunda ocorrência serão interditados por sete dias e caso aconteça a terceira ocorrência, o alvará poderá ser cassado.

Jornal Midiamax