A nomeação do novo diretor da Famed (Faculdade de Medicina) da (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), não agradou os alunos do curso de medicina. Afirmando que o novo diretor não recebeu a quantidade de votos necessários para ser nomeado, os universitários farão protesto nesta quarta-feira (27).

Conforme acadêmicos do curso, a eleição apontou Wilson Ayach como diretor, onde ele recebeu 90% dos votos. O diretor nomeado, Marcelo Vilela, que já comandou a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), não teve nenhum voto.

A nova diretoria ficará à frente da Famed por quatro anos, de 2019 a 2023. Os acadêmicos afirmaram que Wilson Ayach teria tido 200 votos e, por isso, deveria ter sido o nome natural para a nomeação da reitoria. A manifestação acontecerá na universidade às 10h30.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da UFMS questionando a nomeação e aguarda posicionamento.