Cotidiano

Corpo de Bombeiros doa ambulância para Samu em Campo Grande

Uma viatura de resgate foi doada à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) nesta quinta-feira (19) pelo Corpo de Bombeiros Militar de Campo Grande. A ambulância passará a integrar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O veículo Peugeot Furgão modelo Boxer 350 deverá receber nova caracterização e será equipado para ser usado na remoção […]

Mariane Chianezi Publicado em 19/07/2018, às 18h25 - Atualizado em 20/07/2018, às 12h39

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação

Uma viatura de resgate foi doada à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) nesta quinta-feira (19) pelo Corpo de Bombeiros Militar de Campo Grande. A ambulância passará a integrar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O veículo Peugeot Furgão modelo Boxer 350 deverá receber nova caracterização e será equipado para ser usado na remoção e transporte de pacientes das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e CRSs (Centro Regionais de Saúde).

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, reforça que, em operação, o veículo será importante para dar maior celeridade no atendimentos aos pacientes e, consequentemente, reforçar o serviço, contribuindo para desafogar o SAMU.

“Nós ficamos muito felizes porque através desta viatura será possível dar mais celeridade na transferência de pacientes que se encontram hoje nas UPAS e CRSs e precisam ser removidos para os hospitais”, disse.

Por fim, o Vilela agradeceu o apoio da corporação e destacou a parceria. “Aqui, atendemos pacientes não só de Campo Grande, mas de todo o Estado e tendo esse apoio, nós podemos assegurar que estes tenham um atendimento com um pouco mais de dignidade. Os problemas existem, mas todos os esforços estão sendo feitos para que eles sejam superados”, finaliza.

Ambulâncias paradas

Na última semana, reportagens do Jornal Midiamax revelaram que cerca de dez viaturas do Samu estavam paradas no pátio da corporação no Bairro Pioneiros, em Campo Grande. Após flagrante, viaturas seguiram para consertos em oficinas na cidade.

A reportagem fotográfica flagrou as viaturas em três oficinas: Rocket, localizada na Dom Aquino, no Centro; Kapital Peças, na 14 de Julho e na Auto Peças Norte Sul, na Avenida das Bandeiras. Na ‘base’ do Samu no bairro Pioneiros, ainda restam quatro viaturas paradas.

O MP-MS (Ministério Público Estadual) instaurou um inquérito civil para averiguar a insuficiência no número de ambulâncias da Capital. 

A investigação está sendo conduzido pela promotora Filomena Aparecida Depólito Fluminhan. Em reuniões realizadas anteriormente à abertura do inquérito, a Prefeitura de Campo Grande confirmou números que apontam a insuficiência de ambulâncias.

De acordo com a Prefeitura, há atualmente dez ambulâncias básicas aptas para o funcionamento, conforme às normas do Ministério da Saúde. Entretanto, dessas, oito encontram-se paradas para manutenções constantes.

Jornal Midiamax