Cotidiano

Detentos do semiaberto começam reforma de 9ª escola em projeto do judiciário

Escola Estadual no Tijuca será reformada

Wendy Tonhati Publicado em 23/11/2017, às 10h42

None

Escola Estadual no Tijuca será reformada

Mais uma escola estadual de Campo Grande será reformada pelos detentos do regime semiaberto da Capital. As ações são do programa “Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade”.

De acordo com o TJ MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a Escola Estadual Aracy Eudociak, do Bairro Jardim Tijuca começou a ser reformada na semana passada. São 25 detentos que fazem os trabalhos durante oito horas.

A escola terá suas instalações elétricas e hidráulicas refeitas, a cozinha readaptada, a acessibilidade garantida, o forro das 11 salas de aula trocados, além de uma nova minibiblioteca para os alunos, tudo com grande economia para o Estado.

Conforme o TJ MS, o programa “Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade”, foi idealizado pelo juiz Albino Coimbra Neto e consiste em utilizar a mão de obra de presos do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira para realizar reformas em escolas estaduais por meio de uma parceria entre o Tribunal de Justiça de MS, a SED (Secretaria Estadual de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

Detentos do semiaberto começam reforma de 9ª escola em projeto do judiciário

Os detentos do semiaberto já realizaram a revitalização de oito escolas estaduais da Capital e uma economia para os cofres públicos foi estimada em aproximadamente R$ 5 milhões.

O término dos trabalhos de revitalização está  previsto para o dia 28 de fevereiro de 2018.

Jornal Midiamax