Cotidiano

Confira as manchetes desta quarta-feira dos principais jornais do país

Destaque para movimentações políticas do PSDB e Temer

Richelieu Pereira Publicado em 29/11/2017, às 10h41

None

Destaque para movimentações políticas do PSDB e Temer

O GLOBO

– Ajuste fiscal emperra, e governo já prevê mais cortes para 2018

O governo terá que cortar o Orçamento de 2018 em R$ 21 bilhões se as medidas do pacote de ajuste fiscal não forem aprovadas pelo Congresso nos próximos meses. O corte poderá deixar a máquina pública perto da paralisia, por falta de verbas.

– Previdência: Diretor da PF tenta manter privilégios

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, reuniu-se com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Ao deixar o encontro, Segovia disse que a visita foi para “defender os direitos dos policiais”. O diretor-geral da PF disse defender tempo de aposentadoria, integralidade e paridade.

– Alckmin vai tirar PSDB do governo

Pré-candidato do PSDB à Presidência, o governador Geraldo Alckmin (SP) confirmou nesta terça-feira, 28, que os tucanos vão desembarcar do governo quando ele assumir o comando do partido, o que deve ocorrer na convenção do próximo dia 9.

FOLHA DE S.PAULO

– Lei de Migração trava contratação de estrangeiros

Desde que entrou em vigor, no dia 21, a nova Lei de Migração, que substitui o Estatuto do Estrangeiro, bloqueou os processos de movimentação de executivos estrangeiros em multinacionais que operam no Brasil.

– Meirelles busca apoio de Temer e Maia para ser candidato em 2018

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, fez um cálculo político estratégico nas últimas semanas e decidiu investir de forma mais incisiva em busca do apoio de Michel Temer e Rodrigo Maia à sua candidatura em 2018.

– Investimento cairá para cumprir teto de gastos em 2018

Para cumprir a regra do teto de gastos, o Brasil terá que comprimir ainda mais, no ano que vem, seus gastos com investimentos e custeio da máquina pública, que já estão no pior nível desde 2009. Essa redução terá que ser de pelo menos R$ 14 bilhões em relação a 2017, uma queda de mais de 11%.

O ESTADO DE S.PAULO

– Governo calcula perdas de R$ 7,8 bi com novo Refis

Enquanto deputados articulam a votação de um projeto de lei que cria mais um programa de parcelamento de dívidas tributárias (Refis), desta vez para micro e pequenas empresas, a equipe econômica já calcula os prejuízos aos cofres públicos de mais um programa de renúncia fiscal.

– Bacha critica PSDB sobre Previdência

O economista Edmar Bacha, um dos formuladores do Plano Real, fez críticas diretas ao seu partido, o PSDB, por não ter fechado questão em torno da reforma da Previdência. Para ele, a mudança é uma das bases de tudo que o partido sempre defendeu para a economia.

– Temer e Alckmin vão definir “desembarque”

O presidente Michel Temer vai conversar com o governador de São Paulo, Geraldo Ackmin, no próximo sábado, 2, em Limeira (SP), para acertar quando será a saída do PSDB da base do governo.

Jornal Midiamax