Sem acordo, funcionários de Ceinfs entram em greve nesta quinta na Capital

Com a greve, 15 mil crianças ficarão em casa
| 14/05/2015
- 03:05
Sem acordo, funcionários de Ceinfs entram em greve nesta quinta na Capital

Com a greve, 15 mil crianças ficarão em casa

Aproximadamente 1,1 mil funcionários de 99 (Centros de Educação Infantil) e 19 (Centros de Referências de Assistência Social), entram em greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (14).

A categoria quer 9% de reajuste além da redução da jornada de trabalho de 7 para 6 horas. A Prefeitura como sinalizou inicialmente, ofereceu a redução da carga horária e não os dois juntos.

Com a greve, 15 mil crianças ficarão em casa. As funções dos trabalhadores que param nesta quinta são recreadores, cozinheiras, educadores, auxiliares de serviços gerais, auxiliar administrativo e atendente de berçário.

Os funcionários que são terceirizados da Prefeitura contratados pela Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar) e Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária), vão se concentrar na Praça do Rádio Clube a partir das 8 horas.

De acordo com a assessoria de imprensa do Senalba (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional no Estado de Mato Grosso do Sul), serão distribuído pirulitos e cantadas canções de ninar, em simbolismo ao trabalho dos funcionários.

Veja também

A prefeitura retoma recapeamento na área central nesta sexta-feira (19), em Campo Grande. As equipes...

Últimas notícias