Cotidiano

Mesmo pagando por iluminação pública, moradores reclamam da escuridão de rua

Moradores instalaram luminárias para tentar diminuir a escuridão  

Thatiana Melo Publicado em 29/09/2015, às 11h44

None
iluminacao.jpg

Moradores instalaram luminárias para tentar diminuir a escuridão

Mesmo pagando a taxa de iluminação pública no valor de aproximadamente R$ 34,72 por mês, a Rua Palestina, na Vila Palmira, região noroeste de Campo Grande, está totalmente no escuro há dois meses, segundo informações dos moradores da região.

“Já liguei na Prefeitura várias vezes, mandei email, mas a resposta que me deram é de que a Prefeitura estaria em crise e com apenas uma equipe, e que não teria condições de fazer o serviço por tempo indeterminado”, explica Paulo Cézar da Silva, de 58 anos, professor.

Ainda de acordo com o professor muitos moradores estão comprando luminárias e instalando na frente das casas para não terem de ficar em total escuridão. “A gente paga taxa para ficar no escuro? A preocupação é a segurança, são dois postes de luz sem energia”, fala.

A equipe do Jornal Midiamax entrou em contato com a Prefeitura, através de e-mail, mas até o fechamento da matéria não obtivemos resposta.

WhatsApp: fale com os jornalistas

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax