Cotidiano

Greve dos professores pode acabar nesta sexta, diz secretário

Em primeira reunião, durante a manhã da sexta, não houve acordo  

Wendy Tonhati Publicado em 07/08/2015, às 15h19

None
img-20150807-wa0045_pequena.jpg

Em primeira reunião, durante a manhã da sexta, não houve acordo

A greve dos professores municipais pode acabar ainda nesta sexta-feira (7), após uma assembleia dos docentes e uma nova reunião com a prefeitura de Campo Grande, no fim da tarde. A informação foi divulgada pelo secretário de Governo e Relações Institucionais Paulo Matos.

Na manhã desta sexta, os professores se reuniram com ele, com o secretário-adjunto da Seplanfic (Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Controle), Ivan Jorge e  Marcelo Monteiro Salomão da Semed (Secretaria Municipal de Educação).

Ao fim da reunião, não houve um posicionamento definitivo. O secretário de governo disse que a prefeitura vem se aprofundando nas negociações e que existe um ‘desenho’ que a prefeitura construiu e apresentou aos professores. Com isso,  os grevistas vão discutir, em assembleia, às 16 horas, os pontos apresentados pela prefeitura.

Depois da assembleia, às 17 horas, os professores devem se reunir novamente na prefeitura para dizer se aceitam os pontos propostos pelo executivo e se a greve vai terminar. Sobre os pontos propostos, Matos disse que não pode adiantar, pois se comprometeu com os professores a aguardar a assembleia e só às 17 horas expôr os fatos discutidos.

O presidente da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública), Geraldo Gonçalves afirmou que não houve um acordo na reunião, que não tem dados completos da prefeitura e que durante a tarde, vai haver a discussão com a categoria, “Até agora, não existe um documento oficializado”. 

Jornal Midiamax